Busca avançada
Ano de início
Entree

Anemia em idosos: fatores associados e impacto na síndrome de fragilidade: estudo SABE

Processo: 10/02779-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Yeda Aparecida de Oliveira Duarte
Beneficiário:Ligiana Pires Corona
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bem-estar social   Nutrição humana   Envelhecimento   Anemia   Idosos

Resumo

No Brasil, a proporção de idosos (indivíduos com idade igual ou maior de 60 anos) na população é 10,5%, que representa cerca de 20 milhões de pessoas. Idosos de forma geral apresentam problemas de saúde, sendo a anemia o problema hematológico mais comumente encontrado. Este quadro vem sendo associado à uma série de doenças, aumento da síndrome da fragilidade, pior desempenho físico, dependência funcional, função cognitiva reduzida, etc. O objetivo deste estudo é avaliar o impacto da anemia sobre a síndrome de fragilidade e avaliar os fatores associados à prevalência de anemia em idosos no município de São Paulo, participantes da pesquisa SABE (Saúde, Bem-estar e Envelhecimento). O estudo será realizado em 3 etapas: 1) meta-análise dos estudos atuais envolvendo anemia e fragilidade, pelo método Joanna Briggs Institute; 2) análise transversal dos fatores associados à prevalência de anemia em 2010; 3) análise longitudinal, utilizando técnica de análise em painel, do impacto da anemia sobre a síndrome da fragilidade, utilizando dados das coletas de 2010 e 2012. A variável dependente será a concentração sanguínea de hemoglobina dosada, considerada tanto na forma dicotômica (anêmicos ou não anêmicos), utilizando o ponto de corte proposto pela Organização Mundial de Saúde, como na forma contínua, em quintos da distribuição dos valores mensurados da hemoglobina. As variáveis independentes serão selecionadas através regressão bivariada, sendo incluídas nas análises aquelas que apresentarem p<0,20. Todas as coletas do Estudo SABE tiveram apoio da FAPESP. Os dados serão analisados utilizando-se o pacote estatístico Stata® versão 11. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES, LUCIANA CORREIA; DRUMOND ANDRADE, FLAVIA CRISTINA; CORONA, LIGIANA PIRES; FERREIRA SANTOS, JAIR LICIO; DE OLIVEIRA DUARTE, YEDA APARECIDA. Inequalities in Life Expectancy With Frailty Among Brazilian Older Adults: A Multistate Approach. INNOVATION IN AGING, v. 3, n. 4 AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
CORONA, LIGIANA PIRES; ANDRADE, F. C. DRUMOND; DE OLIVEIRA DUARTE, Y. A.; LEBRAO, M. L. The relationship between anemia, hemoglobin concentration and frailty in Brazilian older adults. Journal of Nutrition Health & Aging, v. 19, n. 9, p. 935-940, NOV 2015. Citações Web of Science: 11.
CORONA, LIGIANA PIRES; DE OLIVEIRA DUARTE, YEDA APARECIDA; LEBRAO, MARIA LUCIA. Prevalence of anemia and associated factors in older adults: evidence from the SABE Study. Revista de Saúde Pública, v. 48, n. 5, p. 723-731, OCT 2014. Citações Web of Science: 16.
ANDRADE, FLAVIA CRISTINA DRUMOND; CORONA, LIGIANA PIRES; LEBRAO, MARIA LUCIA; DE OLIVEIRA DUARTE, YEDA APARECIDA. Life expectancy with and without cognitive impairment among Brazilian older adults. ARCHIVES OF GERONTOLOGY AND GERIATRICS, v. 58, n. 2, p. 219-225, MAR-APR 2014. Citações Web of Science: 7.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CORONA, Ligiana Pires. Anemia e envelhecimento: panorama populacional e associação com desfechos adversos em saúde - estudo SABE. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.