Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização física de substratos para plantas e sua avaliação no cultivo hidropônico do morangueiro (Fragaria vesca l.)

Processo: 10/02880-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Sonia Carmela Falci Dechen
Beneficiário:Thais Queiroz Zorzeto Cesar
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Morango   Física do solo

Resumo

O estudo de atributos físicos de substratos no Brasil ainda é tido como incipiente, sendo poucos trabalhos individuais realizados e escassa padronização fixada junto ao MAPA Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O projeto está dividido em duas fases: a primeira, em laboratório, consiste na caracterização física de substratos para plantas e a segunda, na avaliação do cultivo do morangueiro em vaso em 3 desses insumos caracterizados fisicamente. Os substratos são: fibra de coco, casca de pinus, casca de arroz estabilizada, Lupa citros (casca de pinus com turfa e vermiculita) e misturas de fibra de coco e de lupa citros, ambas com casca de arroz estabilizada. O delineamento experimental da 1ª fase é inteiramente casualizado, com 6 tratamentos e 5 repetições. A 2ª fase é composta por 18 tratamentos em blocos ao acaso, sendo 3 tipos de substratos, 3 volumes de substrato por planta e 2 frequências de irrigação, com 5 repetições. O trabalho tem por objetivos (a) caracterizar fisicamente os 6 tipos de substratos com relação aos atributos densidade de volume, densidade aparente, densidade de partícula, granulometria e capacidade de retenção de água; (b) avaliar dados referentes à produtividade, peso seco das raízes e massa seca e composição química da parte aérea do morangueiro cultivado em vasos. O projeto teve início em janeiro de 2009 e os dados obtidos até o momento estão disponíveis em arquivo anexo, intitulado "ResultadosParciaisTQZ". Como resultado do trabalho pretende-se sugerir ao MAPA, métodos de caracterização física de substratos e, para a produção de morango nas condições propostas no projeto, indicar o substrato mais adequado.