Busca avançada
Ano de início
Entree

Sintonia dos parâmetros de operação do primeiro estágio de aceleração do Microtron do IFUSP

Processo: 10/03350-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Marcos Nogueira Martins
Beneficiário:Cristiane Jahnke
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Física de aceleradores

Resumo

O acelerador de elétrons tipo Mícrotron do Laboratório do Acelerador Linear (LAL) do Instituto de Física da Universidade de São Paulo encontra-se em construção. Atualmente, o injetor da máquina está em funcionamento, produzindo um feixe de elétrons de 1,8 MeV. Em breve, o primeiro estágio de aceleração do Mícrotron do IFUSP (Microtron booster), que já está construído, entrará em funcionamento. Este primeiro estágio é um acelerador recirculado do tipo Mícrotron e sua função é elevar a energia do feixe de 1,8 MeV para 5 MeV. Enquanto prosseguem os trabalhos de finalização do primeiro estágio de aceleração do Mícrotron, o laboratório está construindo, acoplado ao sistema injetor, uma linha de feixe de elétrons com 1,8 MeV, visto que o feixe fornecido pelo sistema injetor é suficientemente estável para estudos de física atômica. Esta linha também foi projetada para caracterizações do feixe, como medida da emitância, espaços de fase e de comprimento de pacote de elétrons (bunch). Todas variáveis críticas para a estabilidade do primeiro estágio de aceleração do Mícrotron do IFUSP.O objetivo deste trabalho é realizar simulações do primeiro estágio de aceleração do Mícrotron do IFUSP, para obtenção dos seus parâmetros de operação com os dados experimentais obtidos com a linha de 1,8 MeV que define o feixe de entrada neste estágio. Pretende-se realizar medidas de emitância e de comprimento do bunch para o feixe de 1,8 MeV do sistema injetor e usá-las como parâmetros iniciais das simulações do booster. A medida da emitância também auxiliará na sintonia da nova linha de 1,8 MeV.Pretende-se, com tais medidas e simulações, dar suporte ao início de operação do Mícrotron booster, auxiliando na determinação dos parâmetros iniciais de operação e otimizando os parâmetros finais.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JAHNKE, Cristiane. Sintonia dos parâmetros de operação do primeiro estágio de aceleração do Mícroton do IFUSP. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.