Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de dois programas de treinamento físico sobre a função autonômica cardíaca e nível de atividade física na vida diária em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

Processo: 10/03223-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Fábio de Oliveira Pitta
Beneficiário:Carlos Augusto Marçal Camillo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Fisioterapia

Resumo

A Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença prevenível e tratável com efeitos extrapulmonares significantes que podem contribuir para a gravidade individualmente. Dentre esses efeitos podem se destacar os baixos níveis de atividade física na vida diária (AFVD), assim como alterações na função autonômica cardíaca. Programas de reabilitação pulmonar são recomendados para pacientes sintomáticos como meio de gerar efeitos fisiológicos positivos para esses indivíduos. Porém, até a presente data pouco se sabe se diferentes tipos de treinamento físico geram diferentes benefícios nos níveis de AFVD e na função autonômica cardíaca em pacientes portadores com DPOC. Portanto, o objetivo desse trabalho é verificar o efeito de dois programas de exercícios (um de alta intensidade e outro de baixa intensidade) sobre os níveis de AFVD e função autonomica cardíaca em indivíduos com DPOC moderada a muito grave. Secundariamente, também verificar eventuais determinantes nas mudanças da função autonômica cardíaca (variabilidade da frequência cardíaca, VFC) assim como o efeito dos treinamentos sobre outros desfechos da doença. Para isso, 40 pacientes com DPOC com gravidade de moderada a grave serão avaliados quanto aos níveis de AFVD assim como avaliação da VFC antes e após dois programas de treinamento físico, um de alta intensidade (n=20) e outro de baixa intensidade (n=20). Além disso, os indivíduos também serão submetidos a avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde, capacidade funcional, sensação de dispnéia nas atividades diárias, força muscular periférica e respiratória e capacidade de exercício.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANT'ANNA, THAIS; ESCOBAR, VICTORIA C.; FONTANA, ANDREA D.; CAMILLO, CARLOS A.; HERNANDES, NIDIA A.; PITTA, FABIO. Evaluation of a New Motion Sensor in Patients With Chronic Obstructive Pulmonary Disease. ARCHIVES OF PHYSICAL MEDICINE AND REHABILITATION, v. 93, n. 12, p. 2319-2325, DEC 2012. Citações Web of Science: 10.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAMILLO, Carlos Augusto Marçal. Efeito de dois programas de treinamento físico sobre a função autonômica cardíaca e nível de atividade física na vida diária em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). 2011. 113 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia. Presidente Prudente.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.