Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise toxicológica simultânea de anfetaminas e benzodiazepínicos em amostras de cabelo

Processo: 10/03342-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Mauricio Yonamine
Beneficiário:Lorena Do Nascimento Pantaleão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Anfetamina   Espectrometria de massas   Cromatografia   Toxicologia social   Cabelo

Resumo

Análise toxicológica simultânea de anfetaminas e benzodiazepínicos em amostras de cabelo. As anfetaminas compreendem uma série de compostos com estrutura química semelhante à feniletilamina e que apresentam atividade estimulante do sistema nervoso central. Além de fármacos anorexígenos como o femproporex e a dietilpropiona, também estão incluídas nessa classe drogas ilícitas como a metanfetamina (ice, speed) e a metilenodioximetanfetamina (MDMA, ecstasy). Essas substâncias apresentam grande potencial de abuso, podendo ser utilizadas por diversos grupos sociais como motoristas profissionais (onde são conhecidas por esses "rebite"), estudantes, jovens (utilizando ecstasy em festas denominadas "raves") e pessoas que abusam de moderadores de apetite para o controle de peso. Interessantemente, há também a possibilidade de alguns indivíduos utilizarem anfetaminas em associação com benzodiazepínicos. Embora essa associação seja proibida no Brasil, é de conhecimento que algumas pessoas que utilizam anorexígenos recorram a esse recurso como forma de controlar a insônia provocada pelas anfetaminas. Outra situação de uso concomitante, seria a de motoristas profissionais, usuários de "rebite", que também tentariam controlar os ciclos de sono utilizando benzodiazepínicos. Em vista dessa situação, seria interessante o monitoramento do uso desses grupos de fármacos através de análises toxicológicas. As análises toxicológicas convencionais (realizadas sobremaneira em sangue e urina) geralmente fornecem uma pequena janela de detecção, o que faz com que o uso intermitente possa não ser detectado. Quando se deseja informação de uso em longo prazo ou ainda sobre os padrões de uso de determinada droga, a matriz mais eficiente para realização das análises é o cabelo. Muitos são os métodos para identificação das mais variadas substâncias psicoativas em cabelo. Entretanto, a quantidade de amostra disponível ainda pode ser um fator limitante, principalmente nos casos em que várias substâncias são de interesse toxicológico. Desta forma, um grande interesse nos últimos anos tem sido a análise simultânea de classes de fármacos em uma única alíquota. No presente projeto, métodos analíticos serão desenvolvidos visando a detecção simultânea de fármacos da classe das anfetaminas (anfetamina, metanfetamina, MDMA, MDA, femproporex e dietilpropiona) e benzodiazepínicos (diazepam, nordiazepam, clordiazepóxido, oxazepam e clonazepam) em amostras de cabelo. Inicialmente, serão consideradas as técnicas mais recentes de preparação de amostras, como a microextração em fase sólida (SMPE) e a microextração em fase líquida (LPME). Os analitos serão identificados por cromatografia em fase-gasosa acoplada a espectrometria de massas (GC-MS). Após o desenvolvimento e validação dos métodos, as análises serão aplicadas em amostras de cabelo de pacientes de uma clínica de tratamento com histórico de uso freqüente desses fármacos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PANTALEAO, LORENA DO NASCIMENTO; PASSOS BISMARA PARANHOS, BEATRIZ APARECIDA; YONAMINE, MAURICIO. Hollow-fiber liquid-phase microextraction of amphetamine-type stimulants in human hair samples. Journal of Chromatography A, v. 1254, p. 1-7, SEP 7 2012. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.