Busca avançada
Ano de início
Entree

Repercussões do exercício físico resistido periodizado em mulheres portadoras de anovulação hiperandrogênica

Processo: 10/03948-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Rosana Maria dos Reis
Beneficiário:Gislaine Satyko Kogure
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Telômero   Hiperandrogenismo   Ginecologia   Força muscular

Resumo

A Síndrome dos Ovários Micropolicísticos (SOP) é uma endocrinopatia comum na mulher em idade reprodutiva, sendo caracterizada por irregularidade menstrual, anovulação crônica e hiperandrogenismo. Além dos distúrbios reprodutivos, outros riscos para a saúde estão associados a essa síndrome, causados por alterações metabólicas. Cerca de 50% das mulheres com SOP são portadoras de obesidade ou sobrepeso.Medidas preventivas e profiláticas, como mudanças no estilo de vida, principalmente com relação à redução de peso, prática de exercícios físicos regulares, reeducação alimentar e/ou orientação dietética devem ser considerados bases da terapêutica de distúrbios metabólicos e tem efeitos positivos e não-farmacológicos no tratamento da SOP.A prática de exercícios resistidos tornou-se componente popular e importante dentro do programa de condicionamento físico para mulheres, sendo essencial como um dos fatores para uma vida saudável, aumentando o metabolismo basal promovendo aumento da massa magra Essa indução positiva na composição corporal aumenta o nível de condicionamento provendo benefícios para mulheres com anvulação hiperandrogênica..Objetivo: A prática regular de exercícios físicos juntamente com orientação nutricional tem sido recomendada como uma das estratégias de primeira linha e de baixo custo no tratamento da obesidade/ sobrepeso, hiperandrogenismo e infertilidade nas mulheres com SOP. Decorrente disso o presente estudo tem por objetivo analisar a composição corporal, a força muscular, as alterações metabólicas e o tamanho do telômero antes e após a prática de exercícios físicos resistidos em mulheres com SOP. Casuística e Metodologia: Serão incluídas no estudo 60 mulheres com índice de massa corpóreo normal ou sobrepeso, sendo o grupo de estudo composto por 60 mulheres com SOP e o grupo controle por 60 mulheres com ciclos menstruais ovulatórios. Para o programa de exercícios resistidos será utilizado um treinamento periodizado precedido por exames físicos e por um teste de força máxima de 1 RM para determinação de sobrecargas iniciais e comparações posteriores a intervenção proposta de três meses. Serão realizadas dosagens plasmáticas de Testosterona, SDHEA, 17 OHP, SHBG, Proteína C Reativa, Lipidograma ,Glicose, insulina basal e medidas de Telômeros. Também serão realizados avaliações de Composição Corporal, exames de ultra-sonografia, Bioimpedância Elétrica e Dexa. As pacientes e controle passarão por testes de força máxima de 1 RM precedido por um processo de adaptação e exames físicos. Também receberão orientação nutricional.