Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões morfológicos e pulsos de diversidade na evolução dos Crocodyliformes

Processo: 10/04120-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Max Cardoso Langer
Beneficiário:Mario Bronzati Filho
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Palato secundário   Diversidade

Resumo

Os Crocodyliformes compõem um grupo relevante no âmbito da Paleontologia de Vertebrados, sendo reconhecida ampla literatura tratando de aspectos taxonômicos, macroevolutivos e paleobiológicos de táxons fósseis do grupo. Tradicionalmente estes se dividem em "Protosuchia", "Mesosuchia" e Eusuchia; estando Crocodylia, clado que congrega as formas viventes, incluído em Eusuchia. Conhecidos com base em vinte e três espécies, os crocodilos atuais representam uma pequena parcela da diversidade do grupo, cujo amplo registro fóssil se estende desde o Triássico Superior. Ademais, a diversidade atual congrega basicamente um único padrão morfológico, relacionado à exploração de águas continentais (raramente litorâneas), enquanto crocodilos fósseis ocuparam nichos bem mais variados. O presente projeto visa identificar padrões de variação morfológica e pulsos de diversificação ao longo da evolução dos Crocodyliformes, tendo como base a mais inclusiva hipótese filogenética já produzida para o grupo (gerada pela construção de super-árvores). Duas frentes principais de trabalho serão desenvolvidas. O estudo de padrões morfológicos basear-se-á em características da região antorbital do crânio tais como o posicionamento da narina externa, o grau de fechamento da fenestra antorbital, a extensão do palato secundário e conseguinte posicionamento da coana, além do formato do rostro e morfologia dos dentes. Utilizando-se da base filogenética, buscar-se-á analisar as possíveis correlações no surgimento destes caracteres, e entre estes e a aquisição de hábitos inferidos para os animais em questão. No que tange ao estudo da diversidade do grupo ao longo do tempo, o foco será identificar mudanças significativas na divergência de linhagens através da análise dos níveis de assimetria das hipóteses filogenéticas, representados pelo número de táxons e formato geral de ramos que derivam de cada nó dos cladogramas. Com a identificação dos pulsos de irradiação do grupo, tentar-se-á relacioná-los com a aquisição das características anatômicas estudadas e com as restrições de nicho por elas impostas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRONZATI, MARIO; MONTEFELTRO, FELIPE C.; LANGER, MAX C. Diversification events and the effects of mass extinctions on Crocodyliformes evolutionary history. ROYAL SOCIETY OPEN SCIENCE, v. 2, n. 5 MAY 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.