Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do receptor b1 de cininas, adipocitos e macrofagos do tecido adiposo no metabolismo glicemico

Processo: 10/50526-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:João Bosco Pesquero
Beneficiário:Vicencia Micheline Toledo Sales
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/06676-8 - Biologia celular e molecular dos sistemas calicreínas-cininas e renina-angiotensina, AP.TEM
Assunto(s):Transplantes   Metabolismo   Tecido adiposo   Macrófagos   Sistema calicreína-cinina

Resumo

O estudo das doenças metabólicas é cada vez mais necessário, visto que estas aumentam sua prevalência na população. Entre essas estão à obesidade, o diabetes, a hipertensão arterial e outras. Estudos anteriores do nosso laboratório sugerem que o sistema calicreína-cinina tem um importante papel relacionado ao metabolismo. Foi visto que animais nocaute para o receptor B1 de cininas (B1-/-) são protegidos da obesidade induzida por dieta hiperlipídica, tem menor concentração sérica de insulina e leptina, e são mais sensíveis à insulina. Do mesmo modo, animais com expressão específica do receptor B1 de cininas no tecido adiposo (aP2-B1/B1-/-) são protegidos da obesidade induzida por dieta hiperlipídica, entretanto eles possuem concentração plasmática de insulina semelhante aos animais selvagens, além de serem mais intolerantes à glicose. A literatura nos mostra que modelos de transplante de tecido adiposo entre camundongos são importantes para o resgate de fenótipos, como recuperar a fertilidade e a resistência a obesidade. Um modelo em que tecido adiposo de animal selvagem é transplantado em animais B1-/- (B1+/++; B1-/-) reproduz de forma cirúrgica o animal aP2-B1/B1-/- e esperamos com esse novo modelo entender melhor o papel do receptor B1 do tecido adiposo no metabolismo. Para isso, os animais transplantados serão submetidos à dieta hipelipídica, terão seus parâmetros metabólicos e plasmáticos medidos, e quantificaremos sua expressão gênica. Além disso, continuaremos o trabalho iniciado com animal aP2-B1/B1-/-. Analisaremos separadamente seus macrófagos e adipócitos, a fim de entender a função desses nos animais. Para isso, cultivaremos essas células, posteriormente analisaremos a expressão gênica e protéica nas mesmas. Dessa forma, esperamos entender de modo mais aprofundado a função de receptor B1 no tecido adiposo e em seus tipos celulares de modo isolado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SALES, VICENCIA M.; GONCALVES-ZILLO, THAIS; CASTOLDI, ANGELA; BURGOS, MARINA; BRANQUINHO, JESSICA; BATISTA, CAROLINA; OLIVEIRA, VALERIA; SILVA, ELTON; CASTRO, CHARLLES H. M.; CAMARA, NIELS; MORI, MARCELO A.; PESQUERO, JOAO BOSCO. Kinin B-1 Receptor Acts in Adipose Tissue to Control Fat Distribution in a Cell-Nonautonomous Manner. Diabetes, v. 68, n. 8, p. 1614-1623, AUG 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.