Busca avançada
Ano de início
Entree

Parentesco e diferenciação genética em queixadas (Tayassu pecari) do Pantanal Matogrossense (MS)

Processo: 10/04260-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Cristina Yumi Miyaki
Beneficiário:Danilo Aqueu Rufo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Parentesco   Repetições de microssatélites   Estrutura social

Resumo

Diversas espécies de mamíferos vivem em grupos sociais e algumas delas sofrem fissão-fusão, onde o grupo se divide periodicamente em grupos menores que depois se fundem novamente. Os subgrupos podem ser formados aleatoriamente ou sob influência do parentesco, ou seja, indivíduos mais aparentados podem permanecer num mesmo subgrupo e não dispersos ao acaso em diversos subgrupos. Queixadas (Tayassu pecari) são ungulados sociais que vivem em bandos que facilmente ultrapassam o número de 100 indivíduos e que apresentam fissão-fusão periódica. O objetivo deste projeto é analisar a relação entre o parentesco e a estrutura social em queixadas de duas localidades na região da Nhecolândia do Pantanal do Mato Grosso do Sul. As amostras obtidas serão genotipadas usando 13 locos polimórficos de microssatélites. O grau de parentesco médio dentro de cada subgrupo e entre os subgrupos será calculado e comparado. Se houver influência do parentesco no padrão fissão-fusão, espera-se encontrar coeficiente de parentesco médio significativamente maior entre indivíduos de mesmo subgrupo do que entre indivíduos de diferentes subgrupos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)