Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da diferenciação neuronal de células tronco embrionárias transientes de cálcio intracelulares e ativação de receptores purinérgicos

Processo: 10/50554-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Alexander Henning Ulrich
Beneficiário:Talita Glaser
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/61285-9 - Bases moleculares da diferenciação de células-tronco e progenitoras neurais, AP.TEM
Assunto(s):Células-tronco embrionárias   Receptores purinérgicos   Diferenciação neuronal   Sinalização do cálcio

Resumo

O cálcio (Ca2+) apesar de ser uma molécula bem simples (um íon, participa de várias funções importantes nos organismos vivos. Muitas cascatas de sinalização são iniciadas por mobilização rápida de Ca2+ extracelular ou oriundo de compartimentos membranares. O cálcio opera como um importante regulador numa grande variedade de processos neuronais, em geral, a ativação de receptores purinérgicos promove aumento da concentração intracelular livra de cálcio [Ca2+]i e são expressos no sistema nervoso central. Receptores purinérgicos ionotrópicos (P2X) e metabotrópicos (P2Y) participam de processos sinápticos, principalmente em neurotransmissão, em associação com receptores de acetilcolina, GABA e glutamato. Sabe-se que alterações transientes de [Ca2+]i estão envolvidas em muitos eventos de diferenciação celular e embriogênese. Porém, os mecanismos de sinalização que controlam o processo de neurogênese ainda são pouco elucidados. Recentemente, o laboratório fazendo o uso de células P19 (células embrionárias tumorais de camundongo) em modelo de diferenciação neural in vitro, verificou uma evidência direta da participação destes receptores durante a diferenciação neural. Deste modo, utilizando células tronco embrionárias que possuem acoplado ao promotor de SOX2 a seqüência para proteína verde fluorescente e que, portanto, expressam essa proteína fluorescente quando expressam SOX2 (típico para precursor neuronal), temos um modelo que verdadeiramente reflete condições da neurogênese precoce e que pode ser facilmente selecionado, evitando o grande problema de culturas heterogêneas. Este projeto visa entender o papel de receptores purinérgicos e transientes de cálcio intracelulares espontâneos no processo de diferenciação neuronal de células tronco embrionárias, com uma estratégia de seleção celular para melhor elucidação dos mecanismos que medeiam esse processo. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.