Busca avançada
Ano de início
Entree

Intervalo Hídrico Ótimo em área cultivada com graníferas em sistema semeadura direta há 25 anos em Campinas, SP.

Processo: 10/04880-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Sonia Carmela Falci Dechen
Beneficiário:Fernando Rodrigues Moreira
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Plantio direto   Intervalo hídrico ótimo   Física do solo

Resumo

As práticas agrícolas têm alterado a estrutura do solo, e, por conseguinte, suas propriedades físico-hídricas. O sistema semeadura direta promove a melhoria das condições físico-químicas e a maior disposição de nutrientes e de água armazenada nos solos. Assim, a quantidade de água retida varia e o conceito de água disponível às plantas se torna de difícil interpretação. O Intervalo Hídrico Ótimo (IHO) é um método que avalia a qualidade estrutural do solo e corresponde ao intervalo de umidade no qual não ocorre nem restrição de aeração e nem de resistência mecânica à penetração das raízes. Pesquisas mais detalhada sobre o Intervalo Hídrico Ótimo são fundamentais para o entendimento das propriedades físico-hídricas do solo. Serão coletadas amostras deformadas e indeformadas de solo, nas profundidades de 0,0-0,1 m, 0,1-0,2 m e 0,2-0,3 m, destinadas a obtenção dos seguintes parâmetros: análise granulométrica; densidade do solo; curva de resistência à penetração; e curva de retenção de água. Estas amostras serão utilizadas para o cálculo do Intervalo Hídrico Ótimo. Objetiva-se com este estudo determinar o Intervalo Hídrico Ótimo em solos sob sistema semeadura direta consolidado desde 1985 com culturas de grãos em sistema de rotação, no município de Campinas, Estado de São Paulo, Brasil.