Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da administração aguda de iodo sobre a expressão e a atividade do promotor do gene da pendrina: estudo in vivo e in vitro

Processo: 10/05503-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Tereza Nunes
Beneficiário:Jamile Calil Silveira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/13011-8 - O iodeto regula a expressão e atividade do seu transportador apical pendrina? estudo em células PCCl3 e TSA-201, BE.EP.DR
Assunto(s):Iodo   Glândula tireoide   Fisiologia endócrina   Expressão gênica   Pendrina

Resumo

Pendrina é uma proteína transportadora de ânions, codificada pelo gene PDS. Ela é expressa em vários tecidos, bem como na tiróide, onde está inserida na membrana apical de células foliculares. Estudos demonstraram que a pendrina pode mediar o efluxo apical do iodeto dos tirócitos para o lúmen folicular. Sabendo-se que o iodo é fundamental para a síntese de hormônios tiroidianos e considerando-se que a expressão de alguns mRNAs que codificam proteínas envolvidas com o transporte de oligominerais é modificada por alterações no aporte dos mesmos, é objetivo deste trabalho avaliar, por meio de estudos in vivo e in vitro, o efeito da administração aguda de iodo na expressão do mRNA e proteína pendrina em curtos períodos de tempo (30 min à 24 h), bem como analisar o efeito desse tratamento na atividade da região promotora do gene PDS. Serão utilizados ratos machos Wistar (~200 g), divididos nos grupos: controle e iodo, os quais receberão injeção ip de salina (0,9% NaCl) ou NaI (2 mg de NaI em 0,5 ml de salina), respectivamente, sendo decapitados após 30', 1 e 24 h da administração do iodo/salina. O RNA total da tiróide será extraído para a análise da expressão e grau de poliadenilação do mRNA da Pendrina por Real Time PCR. Para o estudo in vitro será utilizada a linhagem celular de tiróide normal de rato PCCl3, que ao atingir 70% de confluência, será tratada ou não com 10-3 M de NaI. O experimento será realizado em triplicata; as células permanecerão sob tratamento por 30 min, 1 h, e 24 h, e, após esses períodos de tempo, serão removidas e o RNA extraído para análise da expressão do mRNA da Pendrina por Real Time PCR. Para a análise da atividade do promotor de PDS, este será inserido no vetor pGL3-básico, que contém o gene da luciferase, cuja atividade servirá como indicador da atividade deste promotor nas condições de tratamento estudadas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CALIL-SILVEIRA, JAMILE; SERRANO-NASCIMENTO, CAROLINE; KOPP, PETER ANDREAS; NUNES, MARIA TEREZA. Iodide excess regulates its own efflux: a possible involvement of pendrin. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-CELL PHYSIOLOGY, v. 310, n. 7, p. C576-C582, APR 1 2016. Citações Web of Science: 5.
SILVEIRA, JAMILE C.; KOPP, PETER A. Pendrin and anoctamin as mediators of apical iodide efflux in thyroid cells. CURRENT OPINION IN ENDOCRINOLOGY DIABETES AND OBESITY, v. 22, n. 5, p. 374-380, OCT 2015. Citações Web of Science: 9.
SERRANO-NASCIMENTO, CAROLINE; CALIL-SILVEIRA, JAMILE; GOULART-SILVA, FRANCEMILSON; NUNES, MARIA TEREZA. New insights about the posttranscriptional mechanisms triggered by iodide excess on sodium/iodide symporter (NIS) expression in PCCl3 cells. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 349, n. 2, p. 154-161, FEB 26 2012. Citações Web of Science: 9.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVEIRA, Jamile Calil. Efeito da administração aguda de iodo na expressão gênica e atividade do promotor da pendrina: estudos em ratos e em células PCCI3.. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.