Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resposta tecidual e da citotoxicidade de soluções coloidais de nanopartículas de prata

Processo: 10/05788-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Débora Barros Barbosa
Beneficiário:Aline Satie Takamiya
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Reação tecidual   Nanopartículas de prata   Citotoxicidade   Teste de biocompatibilidade   Prótese total

Resumo

A prata é um metal conhecido por seu largo espectro de ação contra bactérias gram-positivas e negativas, fungos, protozoários e alguns tipos de vírus. A atividade antimicrobiana de nanopartículas de prata pode apresentar-se mais efetiva por serem partículas extremamente pequenas e com maior razão da área de superfície por volume. A adição dessas nanopartículas a polímeros odontológicos poderia beneficiar usuários de próteses com base em resina acrílica ao controlar patologias como a estomatite protética. Entretanto, existe na literatura uma escassez de informação sobre a resposta tecidual a e citotoxicidade de nanopartículas de prata. O presente trabalho tem por objetivo avaliar a resposta tecidual do tecido subcutâneo de ratos para diferentes tipos de nanopartículas de prata, bem como avaliar a citotoxicidade destas nanopartículas de prata em cultura de fibroblastos de camundongo. As nanopartículas de prata serão preparadas na forma coloidal por meio da redução do nitrato de prata pelo citrato de sódio e sua concentração na solução será de 5 x 107,9 ug/mL. O fator de variação será o tipo de nanopartículas de prata (coloidal estabilizada com amônia e coloidal funcionalizada com poli vinil pirrolidona - PVP). Para o teste de resposta tecidual serão utilizados 30 ratos, os quais receberão individualmente dois implantes de tubos de polietileno contendo fibrina embebida nos materiais a serem testados e mais um tubo contendo fibrina embebida em soro fisiológico como controle. Os períodos de avaliação serão de 7, 15, 30, 60 e 90 dias. Após cada período pós-operatório, seis animais serão sacrificados e os tubos de polietileno juntamente com o tecido que o circunda removidos, fixados e processados para análise em microscopia de luz, com inclusão em glicol metacrilato, cortes seriados de 3mm e coloração por HE. Os critérios de avaliação serão de 0: nenhuma ou poucas células e nenhuma reação; 1: menos de 25 células e reação leve; 2: entre 25 e 125 células e reação moderada; 3: 125 ou mais células e severa reação. Cápsula fibrosa será considerada fina quando < 150µm e espessa quando > 150µm. Necrose será registrada como presente ou ausente. Os resultados serão analisados estatisticamente pelo teste de Kruskal Wallis com nível de significância de 5%. Para o teste de citotoxicidade, além dos colóides, serão também testados o PVP e a amônia em cultura de fibroblastos de camundongos (L929) incubados em placas de 24 poços. Culturas de células sem os materiais serão usadas como controle. Após 24 horas de incubação, serão coletados os sobrenadantes dos meios de cultura para análise de citotoxicidade (MTT). Os resultados serão lidos no espectrofotômetro (leitor de Elisa). Em seguida será realizada a leitura de absorbância em espectrofotômetro com comprimento de onda ajustado para 570 nm. Os dados serão analisados pelo ANOVA e correção de Bonferroni ao nível de significância de 5%.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAKAMIYA, ALINE SATIE; MONTEIRO, DOUGLAS ROBERTO; BERNABE, DANIEL GALERA; GORUP, LUIZ FERNANDO; CAMARGO, EMERSON RODRIGUES; GOMES-FILHO, JOAO EDUARDO; PENHA OLIVEIRA, SANDRA HELENA; BARBOSA, DEBORA BARROS. In Vitro and In Vivo Toxicity Evaluation of Colloidal Silver Nanoparticles Used in Endodontic Treatments. JOURNAL OF ENDODONTICS, v. 42, n. 6, p. 953-960, JUN 2016. Citações Web of Science: 15.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TAKAMIYA, Aline Satie. Avaliação da resposta tecidual e da citotoxicidade de soluções coloidais de nanopartículas de prata. 2013. 108 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Odontologia (Campus de Araçatuba).

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.