Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos estruturais, de conformação e orientacionais na interação de quitosana com modelos de membrana celular

Processo: 10/07178-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Sérgio Paulo Campana Filho
Beneficiário:Adriana Pavinatto da Costa
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Acilação   Interação   Quitosana   Monocamadas de Langmuir

Resumo

Quitosana é um polissacarídeo com aplicabilidade em diversas áreas devido às suas propriedades de biocompatibilidade e biodegradabilidade. Em algumas dessas aplicações, a interação da quitosana ocorre diretamente com células, principalmente através de interações eletrostáticas entre as cargas positivas do polieletrólito e a "cabeça polar" dos fosfolipídios carregados negativamente da membrana. Apesar de serem eletrostáticas as principais e mais evidentes forças de interação, elas não são a única forma de interação de quitosana com a membrana celular. Neste projeto propomos investigar efeitos que atuam em sinergia com as interações eletrostáticas visando a compreender os mecanismos de ação da quitosana. Para tal, serão produzidos e caracterizados derivados de quitosana solúveis em clorofórmio, através da reação de acilação, para produzir filmes de Langmuir puros de quitosana modificada e mistos com fosfolipídios. Nesta síntese os grupos hidroxilas de quitosana serão substituídos por grupos acila com cadeias de 14C e 16C, porém o grupo amina será preservado (não substituído), de modo que será possível avaliar: i) a contribuição das hidroxilas em ligações de hidrogênio e ii) a quantificação dos grupos carregados (amina) na interface interagindo com as membranas, através da formação de filmes de Langmuir de quitosana modificada e co-espalhada com fosfolipídios. Sabe-se da literatura que a disposição em cadeias poliméricas é essencial na interação da quitosana com os modelos de membrana. Por este motivo, pretendemos avaliar e controlar a conformação da quitosana em solução, verificando o efeito deste parâmetro na interação com os filmes de Langmuir de fosfolipídios, com uma possível orientação preferencial da quitosana na interface.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAVINATTO, ADRIANA; DELEZUK, JORGE A. M.; SOUZA, ADRIANO L.; PAVINATTO, FELIPPE J.; VOLPATI, DIOGO; MIRANDA, PAULO B.; CAMPANA-FILHO, SERGIO P.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.. Experimental evidence for the mode of action based on electrostatic and hydrophobic forces to explain interaction between chitosans and phospholipid Langmuir monolayers. COLLOIDS AND SURFACES B-BIOINTERFACES, v. 145, p. 201-207, . (12/09905-3, 10/07178-1, 13/14262-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
COSTA, Adriana Pavinatto da. Efeitos estruturais, de conformação e orientacionais na interação de quitosana com modelos de membrana celular. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Química de São Carlos (IQSC/BT) São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.