Busca avançada
Ano de início
Entree

Biorremediação de solo contaminado com óleo lubrificante pela aplicação de diferentes soluções de surfactante químico e biossurfactante produzido por Pseudomonas aeruginosa LBI

Processo: 10/07539-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ederio Dino Bidoia
Beneficiário:Paulo Renato Matos Lopes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicidade   Biossurfactantes   Biorremediação   Biodegradação   Microbiologia ambiental

Resumo

A procura de novas especialidades químicas na agricultura, cosméticos, alimentos, produtos farmacêuticos e indústrias ambientais é cada vez maior. Como esses produtos devem ser eficazes e ambientalmente compatíveis, compostos produzidos por microrganismos representam esta alternativa. Fungos, leveduras e bactérias são capazes de produzir uma grande variedade de substâncias de grande aplicação na indústria biotecnológica, como os biossurfactantes. Apesar das inúmeras vantagens dos biossurfactantes comparada aos surfactantes sintéticos, como baixa toxicidade, biodegradabilidade e alta estabilidade, estes biotensoativos não são amplamente utilizados, devido ao custo de produção. Ao mesmo tempo, estudos já realizados direcionam-se para a produção destes compostos, havendo poucos relatos que detalham seu comportamento ambiental e sua aplicação em solo contaminado por hidrocarbonetos. Desta forma, o presente estudo visa a produção e a aplicação em ambiente contaminado de ramnolipídios (biossurfactantes) produzidos por Pseudomonas aeruginosa LBI, bactéria potencialmente produtora de tensoativos. Também, serão avaliados os efeitos da adição destes compostos na composição de um detergente químico comercial, além de estabelecer comparações com um surfactante sintético e um biossurfactante disponíveis no mercado. A produção de biossurfactante será realizada a partir de resíduo agroindustrial como substrato, contribuindo assim para a redução de custo, e sua aplicação será avaliada em solo contaminado por óleo lubrificante usado através de ensaios de biodegradação (respirometria e colorimetria), testes de toxicidade antes e após a ação microbiana e análise de diversidade de microrganismos nos diferentes sistemas propostos. Portanto, este estudo investigará a aplicação de ramnolipídios produzidos por Pseudomonas aeruginosa LBI, favorecendo o desenvolvimento de novas estratégias de biorremediação para ambientes contaminados por hidrocarboneto de petróleo e a possibilidade de utilização do mesmo na composição de detergentes comerciais.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOPES, Paulo Renato Matos. Biorremediação de solo contaminado com óleo lubrificante pela aplicação de diferentes soluções de surfactante químico e biossurfactante produzido por Pseudomonas aeruginosa LBI. 2014. 183 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.