Busca avançada
Ano de início
Entree

Intensidade luminosa, duracao do fotoperiodo, tipo de lampada, cor de luz e programas de iluminacao para codornas japonesas.

Processo: 10/50918-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Edivaldo Antônio Garcia
Beneficiário:Andréa de Britto Molino
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Fotoperíodo   Qualidade dos ovos

Resumo

Com o objetivo de estabelecer o comprimento de foto período, intensidade luminosa, tipo de lâmpada, cor de luz e programa de iluminação que maximizem a produção e a qualidade dos ovos de codornas japonesas, serão realizados quatro experimentos. No primeiro será avaliada a intensidade luminosa da luz artificial necessária à suplementação do foto período natural. Serão avaliadas quatro intensidades luminosas (5, 10, 15, 20 e 25 luxes). No segundo experimento, será avaliada a duração do foto período utilizando-se quatro comprimentos de foto período (14, 15, 16 e 17 horas de luz/dia). A intensidade luminosa será a que apresentar melhores resultados no experimento 1. No terceiro experimento, serão comparados dois tipos de lâmpada: fluorescente compacta (branca e amarela) e incandescente (amarela). Serão utilizados intensidade luminosa e comprimento de foto período que apresentarem melhores resultados nos experimentos anteriores. O quarto experimento poderá ser realizado dependendo dos resultados obtidos no experimento 2. Serão avaliados quatro programas de luz com a mesma duração de foto período: contínuo, intermitente 1, 2 e 3. Em cada experimento serão utilizadas 1296 codornas japonesas (com exceção do terceiro experimento, que serão utilizadas 972 aves) no período pós pico de produção que serão controladas por quatro ciclos de 28 dias. As aves serão alojadas em baterias, sendo que cada bateria irá conter seis gaiolas metálicas. Serão alojadas nove aves por compartimento, submetidas a uma taxa de lotação de 135,1 cm2/ave. Todos os experimentos serão delineados inteiramente ao acaso. Os experimentos 1, 2 e 4 serão constituídos de quatro tratamentos, com 12 repetições de 27 aves cada. O experimento 3 (tipo e cor de lâmpada) será constituído de três tratamentos, com 12 repetições de 27 aves cada. Para análise dos resultados será utilizada a análise de variância e para comparação das médias o teste de Tukey (P<0,05), complementados pelas análises de regressão polinomial, quando cabível. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOLINO, Andréa de Britto. Iluminação para codornas japonesas na fase de produção. 2013. 76 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.