Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações entre a distribuição dos meses de nascimento, idade maturacional, fadiga neuromuscular e desempenho motor em jovens jogadores de futebol

Processo: 10/09143-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Antonio Carlos de Moraes
Beneficiário:Juliana Melo Altimari
Instituição-sede: Faculdade de Educação Física (FEF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Jovens   Maturação   Futebol   Desempenho motor

Resumo

O propósito do presente estudo será investigar possíveis relações entre a distribuição dos meses de nascimento, idade maturacional, fadiga neuromuscular e desempenho motor em jovens jogadores de futebol. Serão selecionados inicialmente 120 meninos com idade entre 10 e 13 anos, envolvidos em programa de treinamento de futebol e participantes de competição de base. Os sujeitos serão separados aleatoriamente de acordo com a categorização de idade cronológica em tercis (T), de forma que se tenha em cada quartil pelo menos 10 meninos, totalizando pelo menos 30 jogadores por ano, nas idades de 10, 11, 12 e 13 anos. O T1 será composto por jovens nascido entre janeiro e abril, o T2 por jovens nascido entre maio e agosto, o T3 por jovens nascido entre setembro e dezembro. Os sujeitos envolvidos no experimento serão submetidos a diferentes situações experimentais conduzidas de forma transversal: 1) Mensurações antropométricas (massa corporal, estatura, IMC, massas magra e % gordura); 2) Avaliação da maturação sexual; 3) Testes motores para avaliação da resistência aeróbia e anaeróbia, velocidade, força e capacidade de realizar sprints repetidos. Durante o teste para avaliação da resistência anaeróbia (intermittent recovery test - Yo-Yo nível II) os sinais eletromiográficos (EMG) dos músculos Reto Femoral (RF), Semitendíneo (ST) e Bíceps Femoral de cabeça longa (BF) do lado direito e esquerdo dos jovens serão monitorados por eletromiógrafo de 8 canais com sistema de telemetria (modelo TeleMyo", Noraxon®, AZ, USA), o que permitirá a realização de ações motoras exigidas no futebol em ambiente natural (corrida bidirecional em campo de futebol). A partir dessas medidas será obtida a taxa de fadiga dos músculos RF, ST e BF. Para análise dos sinais EMG dos músculos RF, ST e BF serão utilizados valores médios de freqüência mediana (FM) determinada pela técnica de Wavelet db4, a cada período de 5 s durante o tempo de realização do exercício, normalizados pela FM inicial (5 s). A taxa de fadiga muscular dos músculos estudados será determinada por procedimento de regressão linear, obtida pela inclinação da reta (slope), a partir da freqüência mediana normalizada e a duração do exercício. Para o tratamento estatístico dos dados será empregado análise de variância (ANOVA) para medidas repetidas, seguido pelo teste Post-hoc de scheffé. As correlações entre os parâmetros analisados serão estabelecidas pelo coeficiente de correlação de Pearson. O limite de concordância das medidas investigadas será analisado mediante os procedimentos propostos por (Bland e Altman, 1986). O nível de significância adotado para todas as análises será 5%.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALTIMARI, Juliana Melo. Idade relativa : implicações sobre características antropométricas e desempenho motor de jovens jogadores de futebol. 2014. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação Física.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.