Busca avançada
Ano de início
Entree

Imaginando trans: saberes e ativismos em torno das regulações das transformações corporais do sexo

Processo: 10/51177-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Júlio Assis Simões
Beneficiário:Bruno Cesar Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/05742-2 - Sujeitos, convenções e diferenças: usos e circulação transnacional das categorias travesti e transexual, BE.EP.DR
Assunto(s):Políticas públicas   Travestis   Convenções

Resumo

O objetivo desta pesquisa de doutorado é investigar a rede de convenções produzidas em torno das categorias travesti e transexual através dos debates promovidos em tomo das políticas públicas de saúde direcionadas para estas pessoas. Argumento que os debates promovidos em torno das políticas públicas são um lócus privilegiado de análise das convenções produzidas acerca destas categorias, assim como de suas diferenças, pois neste contexto entram em interlocução diversas convenções e atores sociais. Deste modo, proponho uma etnografia dos debates que, contará com diversas fontes de análise conjugadas, como pesquisa bibliográfica e de documentos, entrevistas e trabalho de campo. A análise dos documentos será realizada em leis, projetos de leis, portarias federais e estaduais, além das resoluções do Conselho Federal de Medicina que tenham relação direta com a produção e promoção de políticas públicas de saúde para travestis e transexuais. As observações e entrevistas serão focalizadas no cotidiano de dois serviços direcionados para travestis e transexuais em São Paulo, o Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais e o Centro de Referência em Diversidade, além de encontros, seminários e congressos nacionais e regionais organizados pelo movimento social de travestis e transexuais é por agências estatais. Essas observações e entrevistas serão realizadas com travestis e transexuais, gestores estatais e de ONGs, médicos, psicólogos, advogados e assistentes sociais. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARBOSA, Bruno Cesar. Imaginando trans: saberes e ativismos em torno das regulações das transformações corporais do sexo. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.