Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação do receptor de potencial transiente vanilóide do tipo 4 (TRPV4) nas disfunções miccionais do diabetes em camundongos

Processo: 10/10553-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Edson Antunes
Beneficiário:Antonio Celso Saragossa Ramos Filho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus   Sistema urinário   Urotélio

Resumo

A federação internacional de diabetes (FID) mostra dados alarmantes quanto ao progressivo aumento do número de diabéticos no mundo nas últimas décadas. A previsão é que em 2030 o número seja 54% maior do que no presente momento. No trato urinário inferior, as repercussões do diabetes induzem aumento do número de micções diárias, retenção urinária, e incontinência com e sem urgência. Entretanto, a farmacologia para o tratamento dos distúrbios miccionais, mostra-se essencialmente restrita aos antimuscarínicos, os quais, sabidamente, produzem grande variedade de efeitos indesejáveis. Por esta razão, grande parte dos sintomas do trato urinário baixo em diabéticos acaba não sendo tratada. O presente projeto pretende abordar a contribuição dos receptores de potencial transiente vanilóide (TRPVs), presentes em fibras neurais e no urotélio, para a fisiopatologia do trato urinário inferior no diabetes. Essa classe de receptores se sub-divide em vários subtipos, incluindo o TRPV1, TRPV2, TRPV4, TRPM8 e TRPA1, os quais, aparentemente, apresentam diferentes funções, dependendo da condição fisiopatológica do trato urinário inferior. Os receptores TRPV4 têm sido relacionados a processos patológicos de etiologia inflamatória, neurológica e urotelial; sendo a via do fator de crescimento neural (NGF) em fibras aferentes (A´ e C) uma das mais abordadas na literatura. Sabe-se que na bexiga urinária de indivíduos diabéticos ocorre neuropatia autonômica periférica com diminuição no transporte de NGF pelas fibras nervosas aferentes A´ e C para os gânglios da raiz dorsal (GRD; região L6-S1), particularmente na fase descompensatória da doença. Além disso, em quadros clínicos de hiperatividade de bexiga, de diferentes etiologias, ocorre aumento da expressão de receptores TRPVs. É possível que os receptores TRPV4 modulem a atividade do NGF e da resposta nervosa aferente no baixo trato urinário de pacientes diabéticos nas diferentes etapas da patologia diabética (fases compensatória e descompensatória), colaborando, dessa maneira, para as disfunções miccionais (urgência, aumento na freqüência, nocturia e incontinência) encontradas nestes pacientes. Por isso, este projeto pretende, genericamente, estudar a participação do receptor TRPV4 na disfunção miccional de camundongos C57/BL6 diabéticos por estreptozotocina (STZ). Em camundongos C57/BL6 (1) controles, (2) diabéticos, (2) knockout para TRPV4 (trpv4-/-) e (4) TRPV4-/- diabéticos, pretendemos realizar estudos funcionais in vivo e in vitro, assim como estudos bioquímico-moleculares da bexiga urinária. Resumidamente, faremos avaliação urodinâmica em animais anestesiados, analisando-se as respostas urodinâmicas na presença do agonista forbol éster 4±-PDD e/ou do antagonista dos receptores TRPV4 (RN-1734). Os estudos funcionais in vitro serão realizados em detrusor (com e sem urotélio) e uretra, e compreenderão a avaliação da atividade contrátil do agonista de TRPV4, assim como de outros agonistas dependentes de receptor (carbacol, fenilefrina e ATP) e independentes de receptor (cloreto de cálcio e cloreto de potássio). A avaliação da resposta muscular frente à estimulação elétrica (EFS) na ausência e na presença do antagonista de TRPV4, RN-1734, será também realizada. No detrusor, será também investigado a resposta relaxante frente a agonistas ²-adrenérgicos seletivos e não-seletivos (isoproterenol, BRL 37-344 e metaproterenol), assim como à estimulação da via óxido nítrico (NO) - GMP cíclico (doadores de NO e estimulador da enzima guanilil ciclase solúvel independente de NO). Os estudos bioquímico-moleculares compreenderão a análise (1) da expressão de RNAm e expressão protéica do receptor TRPV4 no detrusor e uretra nos animais controles e diabéticos, (2) do transporte de cálcio intracelular detrusor, uretra e GRD, (3) dos níveis de NGF em todo trato urinário inferior.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS-FILHO, ANTONIO CELSO S.; ROJAS MOSCOSO, JULIO ALEJANDRO; CALMASINI, FABIANO; FARIA, JULIANA DE ALMEIDA; ANHE, GABRIEL FORATO; MONICA, FABIOLA Z.; ANTUNES, EDSON. Blockade of renin-angiotensin system prevents micturition dysfunction in renovascular hypertensive rats. European Journal of Pharmacology, v. 738, p. 285-292, SEP 5 2014. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.