Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação clínica do uso da entropia de Tsallis no co-registro de neuroimagens para a localização da zona epileptogênica utilizando o Statistical Parametric Mapping® (SPM)

Processo: 10/10979-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 04 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Paulo Mazzoncini de Azevedo Marques
Beneficiário:Henrique Tomaz Do Amaral Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/08240-0 - Validação da entropia de Tsallis no co-registro de neuroimagens, BE.EP.DR
Assunto(s):Epilepsia   Validação

Resumo

O plano pré-cirúrgico em pacientes com epilepsia refratária a drogas antiepilépticas (DAEs) tem como objetivo a localização precisa da zona epileptogênica (ZE), a qual será ressecada na tentativa de se livrar o paciente das crises recorrentes. Para isso, combinam-se informações obtidas por técnicas diversas de formação de imagens, como a Ressonância Magnética e o SPECT (do Inglês - Single photon emission computed tomography). O co-registro, nome dado ao processo de combinação das imagens, apresentou nos últimos anos crescente evolução e aplicação com o surgimento de novas técnicas acuradas e robustas. Entretanto, o método manual ainda é tido como o padrão ouro. A utilização de medidas de intensidade de voxel possibilitam o co-registro completamente automático de imagens médicas intra e inter-modalidades através da utilização das chamadas funções de custo, as quais podem ser determinadas através de diferentes abordagens matemáticas. A Informação Mútua é a técnica mais popular e comprovadamente a mais eficiente neste contexto e, tradicionalmente, utiliza a entropia de Shannon para quantificar a informação. Porém, em um estudo anterior, utilizando simulações computacionais com aplicação de técnicas de Informação Mútua de co-registro, encontrou-se fortes evidências de que o uso da entropia de Tsallis no co-registro pode trazer contribuições importantes na localização do foco epileptogênico em situações reais. Com base nesses achados surgiu o interesse de se investigar de forma detalhada a possível contribuição desse modelo matemático na avaliação de casos clínicos. A proposta do trabalho aqui apresentado é investigar a relevância real de se utilizar a entropia de Tsallis no co-registro intra e inter-modalidades de neuroimagens clínicas através da avaliação de seu desempenho na localização da ZE em exames retrospectivos de pacientes com epilepsia refratária. Para tal, a função de custo proposta será analisada qualitativamente e quantitativamente e comparada ao padrão outro e aos outros métodos já consolidados.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMARAL-SILVA, HENRIQUE; WICHERT-ANA, LAURO; MURTA, LUIZ OTAVIO; ROMUALDO-SUZUKI, LARISSA; ITIKAWA, EMERSON; BUSSATO, GERALDO FILHO; AZEVEDO-MARQUES, PAULO. The Superiority of Tsallis Entropy over Traditional Cost Functions for Brain MRI and SPECT Registration. Entropy, v. 16, n. 3, p. 1632-1651, MAR 2014. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.