Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da simetria muscular e sintomatologia dolorosa dos músculos da mastigação em voluntária com Classe II esquelética

Processo: 10/11455-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Fausto Berzin
Beneficiário:Diego Marques da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia

Resumo

As más-oclusões de classe II esquelética apresentam como características determinantes o mau relacionamento entre as bases ósseas, podendo ser em função de uma deficiência do crescimento mandibular. A eletromiografia de superfície (EMG) avalia a atividade elétrica do músculo e sua função, com a finalidade de observar as diferentes mudanças no padrão muscular causadas pelas disfunções e patologias dos tecidos moles e duros, existentes em voluntários com alterações dento esquelética. Os objetivos deste estudo serão: 1) Avaliar as características eletromiográficas na isotonia, isometria e repouso da parte anterior do temporal e porção média do masseter bilateralmente, 2) Comparar as variações da atividade muscular entre os lados direito e esquerdo (simetria) do temporal e masseter nos diferentes posições mandibulares (isotonia, isometria e repouso) e 3) Avaliar a associação entre a sintomatologia dolorosa e a eletromiografia. Todas estas avaliações serão realizadas em pacientes classe I e II de Angle, sendo um total de 30 voluntários pertencentes ao gênero masculino e feminino de faixa etária entre 18 e 36 anos. Os voluntários portadores da classe II dento esquelética que procurarão tratamento na clinica da FOP/UNICAMP para seu desconforto estético e presença de dor facial. Serão submetidos à análise eletromiográfica, onde serão realizadas três posições mandibulares (isotonia, isometria e repouso), estas posições serão repetidas três vezes, afim de que seja gerada uma média. Também será aplicado o questionário do RDC eixo I e II para a análise da sintomatologia dolorosa. A estatística utilizada para observar as diferenças EMGs entre a classe I e II será o teste t de Student e para a análise das associações de EMG e sintomatologia dolorosa, será utilizado o teste de Fisher ou qui2. Todas as análises serão realizadas por meio do software SAS com a probabilidade de erro de tipo 1 estabelecido em um nível de 5% (p<0,05).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.