Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da acupuntura e da eletroacupuntura no tratamento da dor miofascial da parte superior do músculo trapézio- um estudo duplo cego, randomizado, placebo controlado

Processo: 10/11684-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Duarte Gavião
Beneficiário:Maria Fernanda Montans Aranha
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Eletroacupuntura   Ultrassonografia   Acupuntura

Resumo

Resumo: O objetivo deste estudo é comparar o efeito da eletroacupuntura e da acupuntura no tratamento da dor miofascial da parte superior do músculo trapézio. Participarão do estudo sessenta voluntárias de 18 a 40 anos de idade, com índice de massa corpórea de 18 a 24 kg/m², ciclo menstrual regular, com a presença de pelo menos um ponto gatilho miofascial na parte superior do músculo trapézio e com queixa de dor local ou referida por mais de seis meses. As voluntárias serão randomizadas em 3 grupos: acupuntura, eletroacupuntura e placebo. Tanto as voluntárias quanto o examidador serão cegos quanto aos grupos. Nove sessões serão agendadas sendo duas por semana. As agulhas serão inseridas nos pontos de acupuntura VB20, VB21, F3, IG4 e em mais no máximo 2 pontos "ashi" em cada trapézio. Uma corrente mista, alternando 2 e 100hz a cada 5 segundos, será aplicada no grupo de eletroacupuntura por 30 minutos. O grupo de acupuntura também terá suas agulhas conectadas ao equipamento de eletroacupuntura, no entanto o equipamento permanecerá desligado. O grupo placebo receberá comprimidos de açúcar como sendo analgésicos. A eficácia dos tratamentos será avaliada quanto à intensidade de dor pela escala visual analógica, quanto ao limiar de dor à pressão pela algometria, quanto à amplitude de movimento articula pelo flexímetro, quanto ao estresse e qualidade de vida pelo nível de cortisol e questionário SF-36, respectivamente. Uma imagem de ultrassonografia do ponto gatilho será realizada a fim de diagnosticar e comparar as características do tecido disfuncional antes e após o tratamento. A ocorrência de fatores influenciadores e as fases do ciclo menstrual serão monitoradas. Os dados serão analisados quanto à normalidade e simetria. Na avaliação intragrupo e entre duas sessões, os dados com distribuição normal serão analisados pelo teste t student para dados pareados, e os que eventualmente não apresentarem distribuição normal serão analisados pelo teste de Wilcoxon. Para comparação entre todas as sessões será aplicado o teste de Friedman ou ANOVA com medidas repetidas. Os dados que eventualmente não apresentarem distribuição simétrica serão avaliados de acordo com o teste do sinal. A comparação intergrupos será realizada pela a ANOVA ou Kruskal Wallis, de acordo com a distribuição dos dados. Modelos de regressão serão aplicados para verificar a tendência entre as variáveis. O nível de significância adotado será considerado como ±=0,05.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARANHA, MARIA F. M.; MUELLER, CRISTINA E. E.; GAVIAO, MARIA B. D. Pain intensity and cervical range of motion in women with myofascial pain treated with acupuncture and electroacupuncture: a double-blinded, randomized clinical trial. BRAZILIAN JOURNAL OF PHYSICAL THERAPY, v. 19, n. 1, p. 34-43, JAN-FEB 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.