Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de marcadores moleculares de células tronco envolvidos na formação vascular

Processo: 10/51612-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ricardo Jose Giordano
Beneficiário:Laura Beatriz da Silva Cardeal
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular   Phage display   Angiogênese

Resumo

Apesar do ceticismo inicial da comunidade cientifica com a idéia apresentada por Judah Folkman, de que terapias anti-angiogênicas se tornariam uma forma efetiva para o tratamento do câncer, hoje, este conceito é amplamente aceito e forma a base não apenas para a terapia de tumores, mas também, de um número cada vez maior de doenças não neoplásicas, às quais Folkman cunhou o termo "doenças dependentes de angiogênese". A grande maioria das terapias angiogênicas é dirigida contra fatores centrais deste processo. Porém, estudos recentes, sugerem que, contrário às expectativas anteriores, a formação de novos vasos sangüíneos em adultos pode ocorrer a partir de células precursoras, ou seja, por vasculogênese, processo semelhante, mas distinto da formação de vasos a partir dos já existentes (angiogênese). De fato, vasculogênese parece ser um dos mecanismos de resistência tumoral aos tratamentos anti-angiogênicos. Este projeto, portanto, tem como objetivo principal complementar os estudos já em andamento no laboratório de Biologia Vascular (FAPESP 08/54806), e identificar novos marcadores e alvos moleculares preferencialmente vasculogênicos. Para tal, utilizaremos células troncas num modelo tridimensional que recapitula os estágios iniciais da vasculogênese; combinado à metodologia do phage display, esses servirão de plataforma para a identificação e caracterização de fatores moduladores da diferenciação endotelial. A expressão e função desses marcadores serão então validada e estudada em amostras de bancos tumorais, em particular, tumores malignos cerebrais, e no modelo da retinopatia da prematuridade. Esperamos que esse conhecimento propicie uma melhor compreensão da formação de vasos sangüíneos em condições fisiológicas e patológicas, permitindo, num futuro próximo, desenvolver novas terapias para doenças com um componente vascular. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.