Busca avançada
Ano de início
Entree

Ecologia e evolução do sistema visual de serpentes Caenophidia: estudos comparativos da morfologia retiniana e genética de opsinas

Processo: 10/51670-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Dora Selma Fix Ventura
Beneficiário:Einat Hauzman
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Serpentes   Opsinas   Retina   Topografia   Acuidade visual

Resumo

O sistema visual tem grande importância para a vida da maioria dos animais. Apesar da homologia das estruturas oculares dos vertebrados, diversas adaptações relacionadas aos hábitats e atividades das espécies podem ser observadas. A infra-ordem Serpentes possui amplo número de espécies distribuídas em quase todas as regiões da Terra e seu sistema visual apresenta variações que apontam para adaptações ecológicas. O presente estudo tem como objetivo fazer uma análise comparativa das retinas de diferentes espécies de serpentes Caenophidia, das famílias Dipsadidae e Colubridae, selecionadas de acordo com sua filogenia e caracteres ecológicos, identificando os tipos de fotorreceptores com relação as opsinas neles expressas e comparando sua densidade e distribuição, bem como a densidade e distribuição das células ganglionares. As serpentes obtidas junto ao Laboratório de Herpetologia do Instituto Butantan serão sacrificadas com dose letal do anestésico thiopental. Os olhos serão enucleados e as retinas dissecadas para estudos genéticos e morfológicos, com uso das técnicas de imunohistoquímica e marcação de Nissl. Um olho de cada espécie será utilizado para obtenção de mRNA e seqüenciamento de opsinas. Para estudos morfológicos, um olho de cada espécie será destinado à realização de cortes radiais e testes com diferentes anticorpos anti-opsinas. Os anticorpos que apresentarem imunorreatividade positiva serão utilizados em retinas planas, para quantificação e análise topográfica de fotorreceptores. A técnica de Nissl será empregada em retinas planas para quantificação e análise topográfica de células ganglionares e cálculo da acuidade visual. Os resultados serão discutidos com base na filogenia e caracteres ecológicos das espécies. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HAUZMAN, E.; BONCI, D. M. O.; SUAREZ-VILLOTA, E. Y.; NEITZ, M.; VENTURA, D. F. Daily activity patterns influence retinal morphology, signatures of selection, and spectral tuning of opsin genes in colubrid snakes. BMC Evolutionary Biology, v. 17, DEC 11 2017. Citações Web of Science: 3.
GALANTE ROCHA DE VASCONCELOS, FELIPE TADEU; HAUZMAN, EINAT; HENRIQUES, LEONARDO DUTRA; KILPP GOULART, PAULO RONEY; GALVAO, OLAVO DE FARIA; SANO, RONALDO YUITI; SOUZA, GIVAGO DA SILVA; ALFARO, JESSICA LYNCH; DE LIMA SILVEIRA, LUIS CARLOS; VENTURA, DORA FIX; OLIVEIRA BONCI, DANIELA MARIA. A novel nonsense mutation in the tyrosinase gene is related to the albinism in a capuchin monkey (Sapajus apella). BMC GENETICS, v. 18, MAY 5 2017. Citações Web of Science: 2.
HAUZMAN, EINAT; BONCI, DANIELA M. O.; GROTZNER, SONIA R.; MELA, MARITANA; LIBER, ANDRE M. P.; MARTINS, SONIA L.; VENTURA, DORA F. Comparative Study of Photoreceptor and Retinal Ganglion Cell Topography and Spatial Resolving Power in Dipsadidae Snakes. BRAIN BEHAVIOR AND EVOLUTION, v. 84, n. 3, p. 197-213, 2014. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HAUZMAN, Einat. Ecologia e evolução do sistema visual de serpentes caenophidia: estudos comparativos da morfologia retiniana e genética de opsinas. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Psicologia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.