Busca avançada
Ano de início
Entree

A Apreciação de José Marianno Filho sobre a Arte, a Arquitetura e a Cidade do Século XIX.

Processo: 10/15127-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Fernando Atique
Beneficiário:Wilson Ricardo Mingorance
Instituição Sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Cidades   Arquitetura   Século XIX
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:arquitetura | Cidade | José Marianno Filho | Neocolonial | produção textual | Século XIX | Arquitetura Neocolonial e Patrimônio Edificado

Resumo

Este Plano de Pesquisa propõe o estudo da obra textual (artigos de jornais e livros) de José Marianno Carneiro da Cunha Filho, tentando reunir elementos que permitam verificar o grau de importância de sua atividade como crítico de arquitetura, urbanismo e artes, entre 1920 e 1944. O recorte específico desta pesquisa é a apreciação deste ator social no que tange à arte, à arquitetura e a cidade do século XIX. Pretende-se com esta pesquisa de iniciação científica analisar o discurso de José Marianno sobre a arquitetura brasileira num período, por ele mesmo julgado como "deturpador da essência brasileira" na arquitetura, nas artes e no urbano. Almeja-se, por fim, verificar qual foi o vocabulário técnico-político, e, consequentemente, o esquema historiográfico de José Marianno Filho com relação ao século XIX, sondando, assim, se os mesmos acabaram por ser utilizados por outros historiadores e/ou críticos do século XX.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)