Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da composição química das secreções de diferentes espécies vegetais das famílias Bignoniaceae, Malpighiaceae, Fabaceae e Rubiaceae do cerrado

Processo: 10/17207-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Luiz Claudio Di Stasi
Beneficiário:Juliana Aparecida Severi
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/55434-7 - Estruturas secretoras em espécies vegetais de cerrado: abordagens morfológica, química e ecológica, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Fitoquímica   Cerrado   Cromatografia a gás

Resumo

Esta proposta tem como objetivo investigar a composição química de diferentes estruturas secretoras presentes em espécies de Bignoniaceae, Malpighiaceae, Fabaceae e Rubiaceae com foco na elucidação do papel ecológico e funcional dos principais constituintes químicos secretados, prioritariamente em relação papel das glândulas florais nas interações com os polinizadores. Em Bignoniaceae serão estudados a relação do padrão de constituintes químicos da secreção produzida pelos tricomas florais e osmóforos nas espécies Zeyheria montana, Jacaranda oxyphylla, Jacaranda decurrens e Anemopaegna glaucum com as necessidades biológicas e comportamento dos respectivos grupos de polinizadores e/ou com a proteção das estruturas reprodutivas, conforme hipóteses levantadas no módulo 2 do projeto. Nas Fabaceae serão enfocados os estudos de composição química de diferentes estruturas secretoras, especialmente quanto ao papel do epitélio secretor em diferentes estádios de desenvolvimento de Copaifera langsdorfii, tricomas secretores ocos de Indigofera microcarpa, avaliação das similaridades da composição química das estruturas produtoras de taninos em Dimorphandra e Stryphnodendron e nectários florais em Erythrina, considerando-se as diferentes hipóteses apresentadas no módulo 4 do projeto. Em Malpiguiaceae serão estudadas a composição química da secreção de glândulas calicinais e foliares e o papel destes compostos nas interações, conforme hipóteses levantadas no módulo 5 do projeto. Na família Rubiaceae serão estudados a composição química de coléteres em diferentes espécies noduladas e não noduladas (Palicourea marcgravii, Psychotria sessilis, Borreria capitata, Richardia grandiflora e Tocoyena sp), tendo em vista determinar se a composição química da secreção influencia a presença de nódulos bacterianos, conforme proposto no módulo 6 do projeto. O projeto envolve atividades de campo incluindo a coleta de material vegetal para produção de extratos e de amostras das estruturas secretoras para estudos da composição química. A amostragem será feita em diferentes épocas do ano, considerando-se o período de floração de algumas das espécies a serem estudadas. A análise da composição química das secreções e extratos vegetais será feita por cromatografia em camada delgada e por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa a partir de micro-amostragem de estruturas secretoras submetidas á técnica de head-space ou de extratos vegetais. As atividades a serem desenvolvidas nesta Bolsa de Pós-doutorado permeiam quatro dentre os seis módulos do projeto, já que a análise química das estruturas secretoras é um dos focos principais do projeto temático como um todo. Os estudos de composição química das diferentes secreções são essenciais para a comprovação ou refutação das hipóteses levantadas nestes diferentes módulos de pesquisa. Assim sendo, a participação de um profissional com formação adequada na área, especialmente com domínio das técnicas de cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa será fundamental no desenvolvimento das atividades previstas no projeto e de responsabilidade do pesquisador principal envolvido nestes estudos. Em adição, tal incorporação representaria uma importante contribuição na formação de recursos humanos na interface entre a biologia/ecologia com a fitoquímica, área carente de profissionais capacitados no país. Além deste pós-doutorando participar de diferentes publicações científicas, o mesmo deverá se envolver com a formação de recursos humanos em diferentes níveis, tanto em iniciação científica como de pós-graduação, como forma de ampliação de possibilidades de atuação na unidade executora do projeto, participar de eventos científicos, assim como propor e viabilizar parcerias científicas para avanços dos conhecimentos na interação biologia-química. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ORSI, PATRICIA RODRIGUES; BONAMIN, FLAVIA; SEVERI, JULIANA APARECIDA; SANTOS, RAQUEL CASSIA; VILEGAS, WAGNER; HIRUMA-LIMA, CLELIA AKIKO; DI STASI, LUIZ CLAUDIO. Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne: A Brazilian medicinal plant with gastric and duodenal anti-ulcer and antidiarrheal effects in experimental rodent models. Journal of Ethnopharmacology, v. 143, n. 1, p. 81-90, AUG 30 2012. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.