Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de Leishmania SP. Èm flebótomos e pequenos mamíferos silvestres Èm fragmentos florestais da Região do Pontal do Paranapanema, SP

Processo: 07/52160-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 07 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira
Beneficiário:Marcello Schiavo Nardi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   Fragmentos florestais   Reservatórios

Resumo

As alterações ambientais antrópicas são os principais fatores de emergência ou reemergência de doenças infecciosas. A fragmentação florestal muda a composição das espécies e altera o equilíbrio hospedeiro-parasita, favorecendo a ocorrência de zoonoses que antes estavam presentes apenas no ambiente silvestre. A leishmaniose cutânea é uma doença que está relacionada com episódios de desmatamento em caráter epidêmico. No entanto, o caráter endêmico da doença ainda ocorre quando o homem se encontra próximo a áreas florestais, geralmente fragmentadas e degradadas. O Pontal do Paranapanema, no extremo oeste de São Paulo, é uma área onde ocorreu extremo desmatamento e a mata nativa remanescente está representada pelo Parque Estadual Morro do Diabo e alguns fragmentos florestais. Casos de leishmaniose cutânea são comuns na região, principalmente em áreas marginais de floresta, que sofrem com o efeito de borda. O conhecimento da dinâmica da leishmaniose cutânea em ambiente florestal fragmentado e degradado se faz necessário devido o atual quadro de devastação da mata atlântica que é representada por fragmentos florestais. Este estudo tem por objetivo avaliar os efeitos da fragmentação na ecologia de flebótomos e reservatórios, visando obter uma correlação entre ocorrência de Leishmania spp., tamanho do fragmento e a diversidade de espécies hospedeiras e vetoras. Essas informações poderão auxiliar na tomada de decisão em relação às medidas de controle da leishmaniose cutânea. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NARDI, Marcello Schiavo. Pesquisa de Leishmania sp. em flebótomos e mamíferos silvestres de fragmentos florestais na região do Pontal do Paranapanema, SP. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.