Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dos achados da avaliação do processamento auditivo em sujeitos com Síndrome Perisylviana

Processo: 07/00806-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Marilisa Mantovani Guerreiro
Beneficiário:Mirela Boscariol
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Processamento auditivo   Audição   Avaliação   Síndrome Perisylviana

Resumo

É fundamental a identificação de possíveis falhas nos processos envolvidos com o processamento da linguagem oral e escrita nas crianças com DEDL. Essa identificação não só permitirá correlacionar as falhas no processamento da linguagem com as possíveis alterações encontradas na avaliação por neuroimagem, como fornecerá diretrizes importantes para a reabilitação destas crianças, que é sempre fonoterapêutico. O objetivo do presente estudo será identificar possíveis falhas nos diferentes processos psicolíngüísticos e de processamento da informação auditiva envolvidos com a produção e compreensão da linguagem oral e escrita, em crianças com Distúrbio Específico de Linguagem e Aprendizagem. Farão parte do estudo, pacientes que atendam aos seguintes critérios de inclusão: crianças pré-escolares, com quatro anos ou mais, com o diagnóstico de Distúrbio Específico de Linguagem e crianças com idade escolar, entre sete e 12 anos, com diagnóstico de Distúrbio Específico de Linguagem e que estejam apresentando dificuldades no processo de aprendizagem escolar.As crianças passarão por uma avaliação inicial, que envolverá Avaliação neurológica clínica, avaliação psicológica, e avaliação audiológica básica composta de audiometria tonal liminar, logoaudiometria e medidas de imitância acústica e avaliação de linguagem envolvendo amostra de linguagem espontânea e dirigida.Especificamente será realizada avaliação neuropsicolingüística e do processamento auditivo. A avaliação neuropsicolingüística em crianças pré-escolares será utilizado o teste de Illinois de Habilidades Psicolingüísticas - ITPA (Bogossian e Santos, 1977), Teste de Vocabulário por Imagens Peabody, estandardização preliminar para a população brasileira de Capovilla e Capovilla (1997) e Capovilla et al. (1997), Teste de Competência Lexical de Hage e Pereira (2003); Teste de Fonologia do ABFW; Teste de Linguagem Infantil, proposto por Wertzner (2000), e protocolo de Praxias articulatórias e buco-faciais de Hage (1999). Para crianças em idade escolar será utilizado o teste de Desempenho Escolar (Stein, 1994), Prova de consciência fonológica (Santos e Pereira, 1997) e Teste de Illinois de Habilidades Psicolingüísticas - ITPA (Bogossian e Santos, 1977), especificamente os subtestes os seguintes subtestes: Memória seqüencial auditiva e visual.Na avaliação do processamento auditivo para crianças pré-escolares será utilizado o Teste Pediátrico de Inteligibilidade de Fala, ou resumidamente de PSI, proposto originalmente por Jerger, Lewis, Hawkins & Jerger (1980) e Jerger, Jerger & Abrams (1983) e adaptado ao português brasileiro por Almeida, Campos & Almeida (1988) e revisto por Ziliotto, Kalil & Almeida (1997), na etapa de mensagem competitiva ipsilateral. Para as crianças em idade escolar será realizado o Teste Dicótico de Dígitos (DD), tarefa de integração biaural, proposto inicialmente por Kimura (1961). Adotou-se a versão de Musiek (1983), adaptada ao português brasileiro por Santos & Pereira (1997) e Teste de Fusão auditiva, ou simplesmente de AFT-R, proposto por McCroskey & Keith (1996), executado segundo os critérios sugeridos por Garcia (2001), sendo investigados os processos de resolução temporal. Serão plicados também os potenciais auditivos de média latência.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YASUDA, CLARISSA L.; GUIMARAES, CATARINA A.; GUERREIRO, MARILISA M.; BOSCARIOL, MIRELA; OLIVEIRA, ECILA P. M.; TEIXEIRA, KARINE C.; COSTA, ANDRE L. F.; BELTRAMINI, GUILHERME C.; CENDES, FERNANDO. Voxel-based morphometry and intellectual assessment in patients with congenital bilateral perisylvian syndrome. JOURNAL OF NEUROLOGY, v. 261, n. 7, p. 1374-1380, JUL 2014. Citações Web of Science: 3.
BOSCARIOL, MIRELA; GUIMARAES, CATARINA ABRAAO; DE VASCONCELLOS HAGE, SIMONE R.; GARCIA, VERA LUCIA; SCHMUTZLER, KATIA M. R.; CENDES, FERNANDO; GUERREIRO, MARILISA MANTOVANI. Auditory processing disorder in patients with language-learning impairment and correlation with malformation of cortical development. BRAIN & DEVELOPMENT, v. 33, n. 10, p. 824-831, NOV 2011. Citações Web of Science: 15.
BOSCARIOL, MIRELA; GARCIA, VERA LUCIA; GUIMARAES, CATARINA ABRAAO; MONTENEGRO, MARIA AUGUSTA; VASCONCELOS HAGE, SIMONE ROCHA; CENDES, FERNANDO; GUERREIRO, MARILISA MANTOVANI. Auditory processing disorder in perisylvian syndrome. BRAIN & DEVELOPMENT, v. 32, n. 4, p. 299-304, APR 2010. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.