Busca avançada
Ano de início
Entree

Desequilíbrios genômicos nas manifestações anatomopatológicas e cognitivas da Doença de Alzheimer

Processo: 10/15503-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Carla Rosenberg
Beneficiário:Darine Christina Maia Villela
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/00898-1 - Desequilíbrios genômicos submicroscópicos em quadros clínicos específicos de anomalias congênitas e deficiência mental, AP.TEM
Assunto(s):Doença de Alzheimer

Resumo

A doença de Alzheimer (DA) é a causa mais comum de demência na população humana, sendo responsável por cerca de 50 a 60% dos casos. Embora o diagnóstico clínico da doença na maioria das vezes seja acurado, a confirmação da DA só é feita post mortem através da verificação da atrofia cerebral e pela caracterização dos dois tipos principais de lesões neurais: depósitos extracelulares de placas de ² amilóide e emaranhados de proteína tau hiperfosforilada. Até o momento, o envolvimento de apenas quatro genes foi confirmado na etiologia da DA, três deles (APP, PSEN1 e PSEN2) associados à forma familial de herança mendeliana, que corresponde a um tipo raro e grave. No entanto, apesar de inúmeros trabalhos de associação genômica, (Genome wide association studies- GWAS) sugerirem uma possível participação de vários outros genes na suscetibilidade à manifestação da forma não mendeliana da DA, o gene APOE, até o momento, foi o único consistente e reproduzivelmente associado à doença. O crescente reconhecimento do papel importante da variação do número de cópias de segmentos de DNA (Copy Number Variation - CNV) na genética de doenças complexas, demonstrado por diversos estudos nos últimos anos, evidencia que desequilíbrios genômicos também contribuem significantemente para a resistência ou susceptibilidade a várias patologias. A maioria das doenças multifatoriais, como a DA, apresenta uma curva de distribuição normal de manifestação na população, sendo os indivíduos das extremidades da curva os mais protegidos ou suscetíveis à doença. O fenótipo dessas pessoas, algumas vezes, pode ser consequência de eventos maiores. Por exemplo, um gene com diferentes alelos associados à predisposição da doença pode aparecer inteiramente deletado ou duplicado nessas pessoas com fenótipo extremo. Até o momento não existem publicações referentes à investigação de desequilíbrios genômicos relacionadas à manifestação da DA. Portanto, o objetivo principal deste projeto é, através da utilização da técnica array-CGH de alta resolução, identificar CNVs que contribuem para a manifestação de fenótipos extremos da forma não mendeliana da DA que representa o tipo mais comum da doença na população. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VILLELA, DARINE; SUEMOTO, CLAUDIA K.; PASQUALUCCI, CARLOS A.; GRINBERG, LEA T.; ROSENBERG, CARLA. Do Copy Number Changes in CACNA2D2, CACNA2D3, and CACNA1D Constitute a Predisposing Risk Factor for Alzheimer's Disease?. FRONTIERS IN GENETICS, v. 7, JUN 14 2016. Citações Web of Science: 1.
VILLELA, DARINE; RAMALHO, RODRIGO F.; SILVA, ADERBAL R. T.; BRENTANI, HELENA; SUEMOTO, CLAUDIA K.; PASQUALUCCI, CARLOS AUGUSTO; GRINBERG, LEA T.; KREPISCHI, ANA C. V.; ROSENBERG, CARLA. Differential DNA Methylation of MicroRNA Genes in Temporal Cortex from Alzheimer's Disease Individuals. NEURAL PLASTICITY, 2016. Citações Web of Science: 17.
VILLELA, DARINE; SCHLESINGER, DAVID; SUEMOTO, CLAUDIA K.; GRINBERG, LEA T.; ROSENBERG, CARLA. A microdeletion in Alzheimer's disease disrupts NAMPT gene. JOURNAL OF GENETICS, v. 93, n. 2, p. 535-537, AUG 2014. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VILLELA, Darine Christina Maia. Alterações genômicas e epigenômicas nas manifestações anatomopatológicas e cognitivas da doença de Alzheimer. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.