Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da taxa de mineralização de nitrogênio de solos e de resíduo orgânico em laboratório e em campo

Processo: 10/10420-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Mara Cristina Pessôa da Cruz
Beneficiário:Fernando Kuhnen
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/09732-1 - Frações do nitrogênio orgânico e relações com o n potencialmente mineralizável dos solos, BE.EP.DR
Assunto(s):Fertilidade do solo   Adubos orgânicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adubação orgânica | Comparação de métodos | esterco bovino | mineralização de nitrogênio | Fertilidade do solo

Resumo

O objetivo com este trabalho será determinar a taxa de mineralização de nitrogênio de solos e de resíduo orgânico em laboratório e em campo. Para isso serão conduzidos quatro experimentos em laboratório, um em casa de vegetação e um em campo. Nos experimentos em laboratório será determinada a taxa de mineralização de 15 solos em temperatura constante (28ºC) e em temperaturas variáveis (18/23oC e 23/25oC por 10/14 horas) durante todo o período de incubação. Os experimentos em laboratório serão instalados em sistema de colunas, com lixiviação em intervalos variáveis e duração de 112 dias. Em casa de vegetação será conduzido experimento com milho para obter o N absorvido pelas plantas que servirá de referencial para os métodos de laboratório. O método de laboratório que apresentar melhor correlação com o N absorvido pelas plantas de milho será aplicado a uma amostra de solo tratada com esterco bovino para estimar a mineralização do N orgânico do adubo. Em campo será instalado experimento com milho e doses de esterco bovino para determinar a mineralização de N orgânico em condições de campo, usando o método da resina trocadora de ânions. Os resultados obtidos com o método da resina trocadora de ânions serão correlacionados com o N absorvido pelo milho em cada amostragem, com a produção de milho e, ainda com os resultados obtidos em condições de laboratório.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KUHNEN, Fernando. Mineralização de nitrogênio de solos e de resíduo orgânico em laboratório e em campo. 2013. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal Jaboticabal.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.