Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do proteoma e fosfoproteoma de cana-de-açúcar sob estresse hídrico

Processo: 10/15417-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Labate
Beneficiário:Simone Guidetti Gonzalez
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/56100-5 - Metabolomics of sugarcane and discovery of new hydrolytic enzymes for biofuel production, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Espectrometria de massas   Proteômica   Estresse hídrico

Resumo

O déficit hídrico é o principal fator limitante na produtividade das culturas agrícolas. Um bom entendimento de como as culturas respondem ao estresse hídrico é necessário para a escolha das melhores cultivares e práticas de gestão para otimizar o aproveitamento dos recursos naturais. O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo e líder mundial na produção de álcool de cana, sendo o Estado de São Paulo responsável por 60% desta produção. A resposta da planta ao estresse abiótico inclui mudanças na expressão de proteínas e modificações pós-traducionais de proteínas para ativar seu sistema de defesa. A fosforilação é uma das mais conhecidas modificações pós-traducionais em proteínas, desempenhando papel em muitos processos biológicos, tais como cascatas de fosforilação, que comumente traduzem estímulos extracelulares na ativação de respostas específicas. Análise de proteínas é uma abordagem direta para definir a função dos genes associados. No entanto, os dados disponíveis de expressão de proteínas são limitados. Na tentativa de desvendar as respostas de cana-de-açúcar ao estresse hídrico, o objetivo geral deste trabalho é a identificação de proteínas (proteoma) e fosfoproteínas (fosfoproteoma) expressas em folha, colmo e raiz de cana sob estresse de água. Genes cujas proteínas são ativadas em resposta ao déficit hídrico são de grande importância, pois são fortes candidatos para serem utilizados na transformação genética de plantas ou como marcadores moleculares para a engenharia genética de culturas ou marcador de seleção assistida, para criar cultivares com estabilidade de produção em ambientes propensos a seca.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALVES, LEONARDO CARDOSO; DE MAGALHAES, DIOGO MACIEL; VENEZIANO LABATE, MONICA TERESA; GUIDETTI-GONZALEZ, SIMONE; LABATE, CARLOS ALBERTO; DOMINGUES, DOUGLAS SILVA; SERA, TUMORU; ESTEVES VIEIRA, LUIZ GONZAGA; PROTASIO PEREIRA, LUIZ FILIPE. Differentially Accumulated Proteins in Coffea arabica Seeds during Perisperm Tissue Development and Their Relationship to Coffee Grain Size. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 64, n. 7, p. 1635-1647, FEB 24 2016. Citações Web of Science: 4.
QUECINE, MARIA CAROLINA; LEITE, THIAGO FALDA; BINI, ANDRESSA PERES; REGIANI, THAIS; FRANCESCHINI, LIVIA MARIA; FRASSON BUDZINSKI, ILARA GABRIELA; MARQUES, FELIPE GARBELINI; VENEZIANO LABATE, MONICA TERESA; GUIDETTI-GONZALEZ, SIMONE; MOON, DAVID HENRY; LABATE, CARLOS ALBERTO. Label-Free Quantitative Proteomic Analysis of Puccinia psidii Uredospores Reveals Differences of Fungal Populations Infecting Eucalyptus and Guava. PLoS One, v. 11, n. 1 JAN 5 2016. Citações Web of Science: 4.
CALDERAN-RODRIGUES, MARIA JULIANA; JAMET, ELISABETH; CALDERAN RODRIGUES BONASSI, MARIA BEATRIZ; GUIDETTI-GONZALEZ, SIMONE; BEGOSSI, AMANDA CARMANHANIS; SETEM, LAIS VAZ; FRANCESCHINI, LIVIA MARIA; FONSECA, JULIANA GUIMARAES; LABATE, CARLOS ALBERTO. Cell wall proteomics of sugarcane cell suspension cultures. PROTEOMICS, v. 14, n. 6, p. 738-749, MAR 2014. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.