Busca avançada
Ano de início
Entree

Semi-síntese de betalaínas funcionais

Processo: 10/16082-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Erick Leite Bastos
Beneficiário:Fernando Heering Bartoloni
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/00684-6 - Síntese e aplicação de derivados de pigmentos de flores, AP.JP
Assunto(s):Betalaínas   Corantes fluorescentes   Corantes naturais   Antioxidantes   Fisico-química orgânica

Resumo

Betalaínas são alcalóides naturais coloridos com aplicação na indústria de alimentos e cosméticos. Por sua ocorrência restrita no reino vegetal, betalaínas foram pouco estudadas e informações a respeito da sua reatividade química são escassas. Contudo, há um crescente interesse nas propriedades eletrônicas e antioxidantes destes pigmentos. O objetivo deste projeto é investigar a reatividade do ácido betalâmico, o núcleo cromofórico comum a todas as betalaínas, através da semi-síntese de betalaínas funcionais. A alquilação do nitrogênio 2,3-dihidropiridínico da indicaxantina, aduto entre o ácido betalâmico e L-prolina, será investigada. Pretende-se com esta abordagem obter betalaínas anfifílicas artificiais e núcleos N-metil betalâmicos estáveis. A química da porção carbonílica ±,²-insaturada do ácido betalâmico também será estudada. Serão preparados derivados betalâmicos flavílicos, ou seja, compostos híbridos entre betalaínas e antocianinas, duas classes de antioxidantes nunca encontradas na natureza em uma mesma planta. Serão preparados dois exemplos destes antioxidantes betalocianínicos pelo acoplamento entre o ácido betalâmico e sais 4-metilflavílicos. Serão também preparados novos derivados betalâmicos boradiazaindacênicos através do acoplamento oxidativo entre o ácido betalâmico e pirrol, seguida por complexação com boro. Os compostos resultantes serão análogos hidrossolúveis de corantes fluorescentes da classe BODIPY, que tem sua utilização em meio aquoso limitada pela lipofilicidade da maioria de seus derivados. A preparação destes compostos prevê o desenvolvimento de abordagens semi-sintéticas em meio aquoso que permitirão traçar um panorama geral das limitações e possibilidades da funcionalização do ácido betalâmico.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARTOLONI, FERNANDO H.; GONCALVES, LETICIA CHRISTINA P.; RODRIGUES, ANA CLARA B.; DOERR, FELIPE AUGUSTO; PINTO, ERNANI; BASTOS, ERICK L. Photophysics and hydrolytic stability of betalains in aqueous trifluoroethanol. MONATSHEFTE FUR CHEMIE, v. 144, n. 4, p. 567-571, APR 2013. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.