Busca avançada
Ano de início
Entree

O Riso do Doutor Fausto - Um Estudo sobre o Sujeito Esclarecido

Processo: 10/16619-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Olgária Chain Féres Matos
Beneficiário:Diego Rogerio Ramos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Felicidade   Modernidade   Sujeito

Resumo

O presente trabalho pretende relacionar a temática do Esclarecimento ao Doutor Fausto de Thomas Mann. O percurso pretendido parte de elementos constitutivos do sintagma esclarecimento, a saber, racionalização e desencantamento. O primeiro destes será trabalhado a partir de momentos da infância e da juventude de Adrian Leverkühn, o Fausto de Mann, apresentando o caráter progressivo do fenômeno. O desencantamento será relacionado a aspectos do abandono do curso de teologia bem como à escolha da nova carreira, a de compositor. Este último aspecto é profícuo porque a arte é campo privilegiado para a compreensão do processo de racionalização e do desencantamento, facilitando desenvolver as noções auxiliares de autonomização e anomia. Em seguida, apresentar-se-á o conceito de Esclarecimento e a interpenetração entre este e mito, tecendo a relação destas tópicas com o motivo do pacto com o demônio e seus diversos temas auxiliares. A última parte do trabalho tratará de expor a relação entre esclarecimento e barbárie, relacionando a tragicidade da vida de Adrian ao nazi-fascismo, bem como a apresentação de outros momentos do romance em que a relação entre esclarecimento e barbárie evidenciam-se. Temas centrais para a compreensão do esclarecimento como identidade, auto-conservação, dominação, sacrifício e mimese conduzirão os movimentos do trabalho.