Busca avançada
Ano de início
Entree

Conseqüências imune/inflamatórias da lesão de isquemia e reperfusão sobre o intestino

Processo: 10/12885-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 03 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 16 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Patricia Castelucci
Beneficiário:Patricia Castelucci
Anfitrião: John B. Furness
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Melbourne, Austrália  
Assunto(s):Isquemia   Reperfusão   Sistema nervoso entérico

Resumo

A isquemia/reperfusão (I/R) causa danos ao intestino ocorre após choque, cirurgia vascular, estrangulamento do íleo, embolia pulmonar, obstrução intestinal, enterocolite necrosante e transplante de intestino delgado (Wedel et al. 1998; Mallick et al. 2004). Os eventos isquêmicos são também associados com a doença inflamatória do intestino, e pode preceder o desenvolvimento da doença (Thornton e Solomon, 2002). A lesão de isquemia/reperfusão (I / R), pode ocorrer durante o transplante intestinal e, é particularmente relevante, pois o transplante de intestino delgado é cada vez mais comum e tornou-se um tratamento de escolha para pacientes com síndrome do intestino curto, que estão em nutrição parenteral total (Yamamoto et al. 2001; Türler et al. 2002; Fryer 2005). Os planos do projeto são investigar a natureza da resposta imunológica induzida por I/R no intestino delgado distal de ratos, quantificando as mudanças nos números e locais de neutrófilos, eosinófilos, células T subtipos, mastócitos e macrófagos; comparar a região I / R com uma região mais proximal; investiguar o tempo das reações inflamatórias. Este processo inflamatório será muito importante para a compreensão da reação de I/R. No futuro, gostaríamos de ver como a reação à I/R no modelo que temos estabelecido e comparar ao que ocorre com autotransplante intestinal. (AU)