Busca avançada
Ano de início
Entree

Interações ecológicas envolvendo o inseto-vetor Cerotoma trifurcata (Fôrster, 1771) (Coleoptera: Chrysomelidae) e a planta hospedereira, Glycine max (L.) Merr., mediadas pelo vírus do mosqueado do feijoeiro (VMF) e o vírus do mosaico comum da soja (VMCS)

Processo: 10/17718-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 14 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Maria Fernanda Gomes Villalba Peñaflor
Beneficiário:Maria Fernanda Gomes Villalba Peñaflor
Anfitrião: Consuelo M. De Moraes
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : Pennsylvania State University, Estados Unidos  
Assunto(s):Entomologia   Interação planta-inseto   Soja   Vírus   Besouros

Resumo

A infecção pelo fitopatógeno provoca alterações no fenótipo da planta que afetam as interações com o inseto-vetor. Muitos estudos que tratam dessas interações mostram que o comportamento do inseto-vetor é determinante na transmissão e disseminação do vírus. Entretanto, grande parte desses estudos refere-se a insetos-vetores da subordem Sternorrhyncha, principalmente afídeos, mosca-branca e cigarrinhas, e pouco se sabe a respeito de viroses transmitidas exclusivamente por besouros desfolhadores. O vírus do mosqueado do feijoeiro (VMF - Comoviridae), cujo principal inseto-vetor nos Estados Unidos é Cerotoma trifurcata (Forster) (Coleoptera: Chrysomelidae) tem causado inestimáveis danos diretos e indiretos aos cultivos de soja nos últimos anos. Dessa maneira, o presente projeto visa responder às seguintes perguntas: (1) o comportamento do inseto-vetor C. trifurcata auxilia na dispersão do vírus?; (2) como ocorre a interação das vias metabólicas de resistência do AJ e do AS induzidas pela infecção do VMF e pelo ataque do inseto-vetor C. trifurcata?; e (3) o comportamento de C. trifurcata frente a plantas infectadas pela virose do mosaico comum da soja (VMCS) auxilia na infecção pelo VMF, que juntas atuam sinergicamente? Para isso, serão conduzidos ensaios comportamentais e biológicos com o inseto-vetor, assim como a avaliação de mecanismos de resistência induzida da planta à infecção do patógeno e ao ataque do herbívoro. O projeto contribuirá com importantes informações que revelem um padrão comportamental que propicia a transmissão e disseminação do patógeno, e que, por isso, auxiliem no manejo do inseto no campo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PENAFLOR, MARIA FERNANDA G. V.; MAUCK, KERRY E.; ALVES, KELLY J.; DE MORAES, CONSUELO M.; MESCHER, MARK C. Effects of single and mixed infections of Bean pod mottle virus and Soybean mosaic virus on host-plant chemistry and host-vector interactions. FUNCTIONAL ECOLOGY, v. 30, n. 10, p. 1648-1659, OCT 2016. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.