Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular de cromossomos supernumerários de Physalaemus feioi e Dendropsophus nanus (Amphibia, Anura) usando microdissecção e pintura cromossômica total

Processo: 10/12600-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Luciana Bolsoni Lourenço
Beneficiário:João Reinaldo da Cruz de Campos
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Anura   Peixes   Cromossomos   Microdissecção

Resumo

Alguns organismos, além de seu conjunto normal de cromossomos, apresentam cromossomos extras, denominados de supernumerários ou cromossomos B. Tais elementos foram observados em diversos grupos de vertebrados, como anfíbios, peixes, répteis, mamíferos e, talvez, também existam nas aves, onde seriam mascarados pelos microcromossomos; já nas plantas eles têm se mostrado como fundamentais nos processo de especiação. De um modo geral, sabe-se muito pouco sobre a origem, a importância evolutiva e o conteúdo molecular dos cromossomos B. Em anuros, ao longo das últimas décadas foram descritos apenas 13 casos de espécies portadoras de cromossomos supernumerários. Além disso, na grande maioria dos casos, apenas a frequência e a morfologia desses elementos foram apresentadas, em estudos baseados, principalmente, em coloração convencional. Considerando o escasso conhecimento sobre o conteúdo molecular e a origem evolutiva desses cromossomos, propomos no presente projeto um estudo molecular dos supernumerários dos anuros Physalaemus feioi e Dendropsophus nanus. Enquanto o cromossomo B de P. feioi é praticamente totalmente heterocromático, característica tipicamente observada em cromossomos B, os supernumerários de D. nanus não apresentam grandes blocos de heterocromatina. Dessa forma, a presente análise permitirá a investigação de cromossomos B de naturezas bastante distintas. Os cromossomos B dessas duas espécies serão microdissecados e os segmentos de DNA obtidos serão amplificados por PCR e utilizados como sondas para pintura cromossômica total. Pretende-se, dessa forma, verificar a relação de similaridade de conteúdo entres os supernumerários e os cromossomos do complemento A. Adicionalmente, serão construídas bibliotecas desses cromossomos B, que poderão ser utilizadas para a obtenção de sondas para o presente estudo, para o sequenciamento de alguns segmentos e também ficarão disponíveis para estudos futuros.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: