Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil sorológico e determinação da carga parasitária em animais naturalmente infectados por Leishmania chagasi

Processo: 10/17701-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Rodrigo Costa da Silva
Beneficiário:Laiza Gabriela Gavioli Coelho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Técnicas de diagnóstico animal   Leishmaniose visceral animal   Sorologia   Cães   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Leishmania infantum

Resumo

A Leishmaniose visceral (LV) é uma zoonose de canídeos, causada pelo protozoário Leishmania chagasi, que constitui um grave problema de saúde pública. Afeta o homem, além de várias espécies de animais silvestres e domésticos, em diferentes regiões no mundo. No Brasil, os reservatórios da doença ainda não estão bem definidos, e estes animais são as principais fontes de infecção para o homem. O problema se agrava com a presença de cães errantes principalmente em áreas endêmicas. Deste modo, o presente projeto tem como objetivos determinar a prevalência de anticorpos para L. chagasi em 196 cães errantes capturados pelo CCZ de Bauru, SP, comparar as técnicas de imunofluorescência indireta e ELISA-rK39, avaliar o grau de lesão celular dos neutrófilos pelo teste de redução do tetrazolium nitroblue (NBT), e determinar a carga parasitária pela real-time PCR em punção de linfonodo poplíteo e de medula dos animais positivos sorologicamente, afim de contribuir para o diagnóstico elucidativo da leishmaniose visceral canina. (AU)