Busca avançada
Ano de início
Entree

A prolinemia como fator de virulencia na infeccao experimental pelo trypanosoma cruzi.

Processo: 10/50633-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Ariel Mariano Silber
Beneficiário:Sandra Carla Rocha
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Chagas   Prolina   Resposta imune   Quimioterapia   Trypanosoma cruzi

Resumo

O Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, é um protozoário patogênico com um ciclo de vida complexo que acontece entre hospedeiros invertebrados e vertebrados, entre esses últimos o ser humano. Recentemente demonstramos que a prolina é fundamental para o metabolismo das formas intracelulares desse parasita (Silber et al. 2009) e está envolvida em processos de resistência a diferentes estresses (Magdaleno et al. 2009). Dados ainda não publicados do nosso laboratório mostraram que o tratamento de camundongos infectados com T. cruzi tratados com o análogo de prolina L-thiazolidine-4- carboxylic acid (T4C) mostraram tem a sua parasitemia e carga parasitária em tecidos diminuídos e a sua sobrevida aumentada. O T4C age como inibidor competitivo do transporte de prolina para o interior do parasita. Portanto, pode-se assumir que, quando aplicado como agente terapêutico, simula uma situação de diminuição da disponibilidade de prolina no hospedeiro. Sobre esta base propomos que a prolinemia é um fator relevante na infecção do hospedeiro mamífero. O objetivo geral do presente projeto é avaliar o efeito da L-prolina como um possível fator de virulência na infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi. Para isso nos propomos: 1) Estabelecer e validar um modelo experimental de hiperprolínemia em camundongos; 2) Avaliar o efeito da infecção pelo Trypanosoma cruzi em camundongos hiperprolinêmicos; 3) Avaliar parâmetros da resposta imune inata na infecção aguda de camundongos hiperprolinêmicos pelo T. cruzi. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROCHA, Sandra Carla. A prolinemia como um fator de severidade na infecção causada pelo Trypanosoma cruzi.. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.