Busca avançada
Ano de início
Entree

Anticorpos antifosfolípides na Síndrome de Sjogren primária: prevalência e associações clínicas

Processo: 10/13463-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sandra Gofinet Pasoto
Beneficiário:Henrique Pires Chakkour
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reumatologia

Resumo

Introdução: Na síndrome de Sjögren primária (SSp), doença autoimune caracterizada principalmente pelo acometimento das glândulas exócrinas, há relatos de pacientes com a síndrome dos anticorpos antifosfolípides (SAF). Contudo, na SSp, é questionável a associação dos anticorpos antifosfolípides (aFLs) com maior risco de eventos tromboembólicos. Neste aspecto, na SAF primária ou secundária ao lúpus, o anticorpo anticardiolipina (aCL) caracteriza-se pela dependência do cofator sérico para sua ligação ao antígeno. Tal característica não foi avaliada em pacientes com SSp com ou sem tromboses. Além disso, na SSp, não há estudos prospectivos dirigidos às manifestações não trombóticas da SAF (como lesões valvares) e suas possíveis correlações com os aFLs. Também não é conhecida a possível associação dos aFLs com as manifestações clínicas características da SSp.Objetivos: Estudar em pacientes com SSp: a frequencia de aFLs; as possíveis associações destes anticorpos com as manifestações clínicas características da SSp prévias ou em atividade atual; a prevalência de manifestações trombóticas e não trombóticas sugestivas de SAF e suas correlações com os aFLs; e a possível dependência do cofator sérico para a ligação do aCL ao seu antígeno.Métodos: Serão avaliados 75 pacientes consecutivos com SSp (The American-European Consensus Group Criteria), de ambos sexos e idade de 18-65 anos e, como controles, 75 voluntários saudáveis sem queixas de síndrome sicca e pareados para sexo, raça e idade. Os pacientes serão avaliados através de um protocolo clínico padronizado. Amostras de soro serão coletadas dos pacientes e controles para pesquisa dos aFLs (aCL, anticoagulante lúpico e anti-beta-2-glicoproteína-1). O aCL será detectado por ELISA na presença e na ausência do cofator sérico. Será também realizada avaliação ecocardiográfica em pacientes e controles por um examinador "cego".

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PASOTO, SANDRA GOFINET; NATALINO, RENATO ROMERA; CHAKKOUR, HENRIQUE PIRES; TRINDADE VIANA, VILMA DOS SANTOS; BUENO, CLEONICE; LEON, ELAINE PIRES; GUALHARDO VENDRAMINI, MARGARETE BORGES; LEVY NETO, MAURICIO; BONFA, ELOISA. EBV reactivation serological profile in primary Sjogren's syndrome: an underlying trigger of active articular involvement?. RHEUMATOLOGY INTERNATIONAL, v. 33, n. 5, p. 1149-1157, MAY 2013. Citações Web of Science: 17.
PASOTO, SANDRA GOFINET; CHAKKOUR, HENRIQUE PIRES; NATALINO, RENATO ROMERA; VIANA, VILMA S. T.; BUENO, CLEONICE; LIANZA, ALESSANDRO CAVALCANTI; DE ANDRADE, JOSE LAZARO; NETO, MAURICIO LEVY; FULLER, RICARDO; BONFA, ELOISA. Lupus anticoagulant: a marker for stroke and venous thrombosis in primary Sjogren's syndrome. CLINICAL RHEUMATOLOGY, v. 31, n. 9, p. 1331-1338, SEP 2012. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.