Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação de mecanismos colinérgicos e angiotensinérgicos centrais no aumento da ingestão de água e sódio produzida pela ativação de receptores adrenérgicos alfa2 no núcleo parabraquial lateral

Processo: 10/14935-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Vanderlei Menani
Beneficiário:Diego da Silva Asnar
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Losartan   Atropina

Resumo

A ingestão de água e sódio é regulada por mecanismos centrais excitatórios e inibitórios. Os mecanismos excitatórios para ingestão de sódio são ativados principalmente pela angiotensina II (ANG II) e mineralocorticóides e para ingestão de água pela ANG II e hiperosmolaridade. Entre os mecanismos inibitórios da ingestão de água e sódio destacam-se os mecanismos do núcleo parabraquial lateral (NPBL) descritos mais recentemente e ainda não totalmente conhecidos. Resultados recentes de nosso laboratório mostraram que o bloqueio da atividade neuronal do NPBL com injeções do agonista gabaérgico muscimol induz uma intensa ingestão de NaCl 1,8% em ratos saciados e normovolêmicos, uma resposta que é muito reduzida pelo bloqueio colinérgico ou angiotensinérgico com injeções no ventrículo lateral (VL) de atropina ou losartan, respectivamente. Com a surpreendente e aparentemente paradoxal participação de mecanismos colinérgicos nessa ingestão de sódio, surgiram várias questões e uma delas é se o mecanismo colinérgico central seria importante para os aumentos de ingestão de sódio produzidos pela desativação do mecanismo inibitório do NPBL em outros protocolos de ingestão de sódio. Assim, no presente projeto, a proposta é investigar a participação de mecanismos colinérgicos e angiotensinérgicos centrais, com injeções de metil brometo de atropina e losartan no VL, no aumento da ingestão de água e NaCl 1,8% produzidos por injeções bilaterais de moxonidina (agonista de receptores adrenérgicos ±2/imidazólicos) no NPBL em ratos tratados com injeções subcutâneas do diurético furosemida e baixas doses do bloqueador da enzima conversora de angiotensina captopril ou em ratos com sobrecarga intragástrica de NaCl 2 M. Serão utilizados ratos com cânulas de aço inoxidável implantadas no VL e bilateralmente no NPBL. A ingestão de água e NaCl 1,8% será estudada durante 2 horas após as injeções centrais, utilizando-se para isso tubos graduados com divisão de 0,1 mL.