Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos moleculares envolvidos no controle da agressividade do câncer de pâncreas por inibidores de proteínas fosfatases

Processo: 10/15496-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Carmen Veríssima Ferreira
Beneficiário:Karin Juliane Pelizzaro Rocha
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/51602-5 - Biologia química: novos alvos moleculares naturais e sintéticos contra o câncer, estudos estruturais, avaliação biológica e modo de ação, AP.TEM
Assunto(s):Metástase   Transdução de sinais

Resumo

Câncer de pâncreas apresenta algumas características que o tornam um dos cânceres mais agressivo e de prognóstico ruim. O diagnóstico precoce deste câncer é impraticável até o momento, desta forma, quando diagnosticado o tumor se encontra em um estágio bastante avançado e com grande capacidade metastática. Portanto, a eficiência terapêutica deste tumor ainda é um desafio para a medicina. Uma das estratégias para melhorar este quadro é o maior conhecimento da biologia deste tumor e a identificação de novos alvos moleculares específicos, além disso, o conhecimento do mecanismo de ação do candidato a fármaco no microambiente tumoral é imprescindível para garantir a eficiência do tratamento. Sob este aspecto, nosso grupo de pesquisa tem algumas evidências que as proteínas fosfatases desempenham papel crucial na progressão do tumor bem como na metástase. Porém, inibidores específicos destas enzimas e a utilização dos mesmos como antitumorais são praticamente inexistentes. Portanto, o presente projeto tem como objetivo geral e inédito a utilização de inibidores de proteínas fosfatases para combater a agressividade de células de câncer de pâncreas. Para este fim, inibidores serão selecionados e em seguida, analisado o efeito dos mesmos na taxa de proliferação, adesão e migração das células. Além disto, será determinado o mecanismo de morte induzido por estes compostos. A presente proposta poderá trazer grande contribuição na área da biologia e de possível intervenção farmacológica do câncer.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARCELOS, ROSIMEIRE COURA; PELIZZARO-ROCHA, KARIN JULIANE; PASTRE, JULIO CEZAR; DIAS, MARINA PEREIRA; FERREIRA-HALDER, CARMEN VERISSIMA; ALOISE PILLI, RONA IDO. A new goniothalamin N-acylated aza-derivative strongly downregulates mediators of signaling transduction associated with pancreatic cancer aggressiveness. EUROPEAN JOURNAL OF MEDICINAL CHEMISTRY, v. 87, p. 745-758, NOV 24 2014. Citações Web of Science: 11.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROCHA, Karin Juliane Pelizzaro. Modulação da agressividade do câncer de pâncreas, estudo in vitro. 2013. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.