Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos de compostos de telúrio e tiosemicarbazonas sobre grupos tiólicos de proteínas

Processo: 10/10349-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Iseli Lourenço Nantes Cardoso
Beneficiário:César Henrique Yokomizo
Instituição-sede: Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/04948-0 - Estrutura e reatividade de hemoproteínas, hemopeptídeos e porfirinas em meios homogêneos e heterogêneos: aspectos básicos e aplicados à nanotecnologia, AP.TEM
Assunto(s):Mitocôndrias   Proteômica   Proteoma

Resumo

Tiosemicarbazonas e compostos de telúrio possuem conhecida capacidade de oxidar grupos tiólicos proteícos. Modificações nestes grupos interferem em vários processos mitocondriais e celulares. Mitocôndrias isoladas e cultivos celulares são modelos biológicos ideais para estes estudos. Na presente tese avaliamos a ação de tiosemicarbazonas e de compostos de telúrio na bioenergética de mitocôndrias isoladas, em células em cultura e no proteoma mitocondrial. As tiosemicarbazonas TSC-H, TSC-Me, TSC-F, TSC-Cl e TSC-NO2 induziram apoptose em células K562, e a TSC-NO2 em especifico parece ser capaz de quelar ferro e induzir a morte celular através de um mecanismo diferente das demais tiosemicarbazonas, além disso possui baixa toxicidade para células PBMN. O composto de telúrio RVF19 mostrou-se capaz de oxidar grupos tiólicos, depletar GSH, diminuir a RCR mitocondrial e causar a abertura do poro de transição de permeabilidade (PTP) mitocondrial regulado por CsA. Os compostos de telúrio RT-03 e RT-07B causaram a perda do potencial de membrana mitocondrial em células MLAC.Os compostos organotelúricos RT-03, RT-04, RT-07B e RVF19 são capazes de induzir a abertura do PTP mitocondrial que é resultante da aglomeração proteíca causada pelo ataque oxidativo desses compostos. A análise desse aglomerado proteíco revelou a presença das subunidades da a e b da ATP sintase, mostrando que o PTP provavelmente é formado pela dimerização da F0F1 ATP sintase. Por fim, o protocolo de eletroforese bidimensional (2D-DIGE) foi estabelecido, bem como a técnica de REDOX-DIGE para amostras marcadas pelas sondas fluorescentes Cy3 e Cy5 nos grupos tiólicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YOKOMIZO, CESAR H.; PESSOTO, FELIPE S.; PRIETO, TATIANA; CUNHA, RODRIGO L. O. R.; NANTES, ISELI L.. Effects of Trichlorotelluro-dypnones on Mitochondrial Bioenergetics and Their Relationship to the Reactivity with Protein Thiols. Chemical Research in Toxicology, v. 28, n. 6, p. 1167-1175, . (10/10349-2, 12/07456-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.