Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução cromossômica em aranhas caranguejeiras (Mygalomorphae) e haplóginas basais (Araneomorphae)

Processo: 10/14193-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Doralice Maria Cella
Beneficiário:Emygdio de Paula Neto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Araneae   Meiose   Cariótipo

Resumo

As espécies de aranhas caranguejeiras (infra-ordem Mygalomorphae) já analisadas citogeneticamente mostraram características cariotípicas muito interessantes e importantes para serem empregadas no estabelecimento dos processos envolvidos na evolução cromossômica e na diferenciação cariotípica entre espécies relacionadas, como, por exemplo, numero diplóide que variou de 2n=14(XY) a 2n=128(?), com cromossomos predominantemente meta e submetacêntricos. Além disso, estas espécies exibiram uma grande diversidade de tipos de sistema cromossômico sexual (SCS), como X0, XY, X1X20, X1X2X30, X1X2X3X40, X1X2X3X4X50 e X1 a X130. Com relação as espécies de haploginas basais o numero diplóide variou de 2n=2(XY) a 2n=127(X1 a X110), também com cromossomos predominantemente meta e submetacêntricos. As deste grupo também revelaram uma grande variedade de tipos de SCS (X0, X1X2Y, XY, X1X20, X1 a X110). Contudo, poucas espécies destes grupos tiveram seus cariótipos caracterizados e estudos citogenéticos adicionais devem ser realizados nesses táxons, visando estabelecer as características cariotípicas plesiomórficas para as aranhas e compreender os mecanismos de evolução cromossômica em Araneae dos clados basais para os derivados filogeneticamente. Considerando as particularidades cromossômicas encontradas em Araneae, (diversidade de número diplóide, presença de tipos distintos de SCS, cromossomos com distintas morfologias), bem como a escassez de informações citogenéticas em representantes que ocorrem no Brasil, utilizando técnicas de coloração convencional e diferencial, o objetivo deste trabalho é caracterizar citogeneticamente espécies de aranhas caranguejeiras (Mygalomorphae) e haploginas basais (Araneomorphae) da fauna brasileira, visando estabelecer os mecanismos de evolução cromossômica que podem ter ocorrido nestes grupos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAULA-NETO, EMYGDIO; CELLA, DORALICE MARIA; ARAUJO, DOUGLAS; BRESCOVIT, ANTONIO DOMINGOS; SCHNEIDER, MARIELLE CRISTINA. Comparative cytogenetic analysis among filistatid spiders (Araneomorphae: Haplogynae). JOURNAL OF ARACHNOLOGY, v. 45, n. 1, p. 123-128, 2017. Citações Web of Science: 1.
ARAUJO, DOUGLAS; DE OLIVEIRA, EDSON GABRIEL; GIROTI, ANDRE MARSOLA; MATTOS, VIVIANE FAGUNDES; PAULA-NETO, EMYGDIO; BRESCOVIT, ANTONIO DOMINGOS; SCHNEIDER, MARIELLE CRISTINA; CELLA, DORALICE MARIA. Comparative Cytogenetics of Seven Ctenidae Species (Araneae). ZOOLOGICAL SCIENCE, v. 31, n. 2, p. 83-88, FEB 2014. Citações Web of Science: 5.
PAULA-NETO, E.; ARAUJO, D.; CARVALHO, L. S.; CELLA, D. M.; SCHNEIDER, M. C. Chromosomal characteristics of a Brazilian whip spider (Amblypygi) and evolutionary relationships with other arachnid orders. Genetics and Molecular Research, v. 12, n. 3, p. 3726-3734, 2013. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Emygdio de Paula. Evolução cromossômica em aranhas caranguejeiras (Mygalomorphae) e Haploginas Basais (Araneomorphae). 2013. 86 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.