Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do efeito da concentração de ferro no crescimento e na expressão de fatores de virulência de Xylella Fastidiosa

Processo: 10/13289-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Aline Maria da Silva
Beneficiário:Gustavo Antônio Teixeira Chaves
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Xylella fastidiosa   Expressão gênica   Ferro

Resumo

Xylella fastidiosa é uma bactéria que coloniza o xilema de uma diversidade de plantas cultivadas e silvestres em várias partes do mundo, sendo o agente causador de doenças em plantas economicamente importantes tais como citros, videiras e café. Diferentes cepas de X. fastidiosa foram identificadas, sendo que a sequência genômica para algumas destas já é conhecida. A comparação dos genomas destas cepas de X. fastidiosa entre si e com o genoma de outros fitopatógenos, associada a abordagens de genômica funcional e de genética molecular, possibilitou a proposição de alguns mecanismos de virulência de X. fastidiosa, entre estes a formação do biofilme que promoveria a oclusão do xilema e consequente estresse hídrico. Entretanto, presume-se a existência de mecanismos e fatores adicionais importantes, ainda desconhecidos, para colonização de plantas e insetos por este fitopatógeno. Postula-se que a captação de ferro e outros metais de transição pela X. fastidiosa, causando sua depleção no xilema das plantas infectadas, seja uma de suas estratégias para competir por nutrientes em seu nicho ecológico, de modo similar a outras bactérias. O nosso objetivo neste projeto de pesquisa é investigar em maior detalhe o efeito da concentração de ferro no crescimento e na expressão de fatores de virulência de Xylella fastidiosa, expandindo os estudos anteriormente realizados em nosso grupo. Para tal propomos (i) analisar em detalhe efeito da concentração de ferro no crescimento e na morfologia de diferentes cepas de X. fastidiosa, incluindo avaliação da viabilidade celular, da motilidade celular e formação de biofilme além da verificação da eventual produção de sideróforos pelas cepas analisadas; (ii) investigar, nestas cepas e em condições de cultivo com diferentes concentrações de ferro, o perfil de expressão de alguns genes de X. fastidiosa que foram previamente descritos como componentes do stimulon do ferro e (iii) investigar eventuais variações na concentração de ferro no xilema de plantas infectadas com X. fastidiosa. Nossa expectativa é que os resultados obtidos possam contribuir para aumentar o conhecimento sobre o metabolismo de ferro em X. fastidiosa e sua eventual relação com a virulência e patogenicidade.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.