Busca avançada
Ano de início
Entree

A área urbana e as áreas naturais da Região Metropolitana de São Paulo: de compartimentações fisiográficas a categorias geográficas

Processo: 10/14166-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Sueli Angelo Furlan
Beneficiário:Eduardo Silva Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento territorial

Resumo

Este projeto propõe um estudo que visa investigar a definição do limite entre as paisagens componentes das zonas natural e urbana, utilizando como estudo de caso a área da Região Metropolitana de São Paulo e as paisagens naturais situadas em todo seu entorno.Essa definição se baseará em dois procedimentos: o delineamento e a análise do limite. Para o primeiro será utilizada uma base metodológica e técnica que contemple a articulação de conceitos pertinentes à cartografia embasada em pressupostos sistêmicos, sob o enfoque da correspondência de atributos de variáveis ambientais que compõe unidades da paisagem e a interação de suas propriedades, com intuito de formar conjuntos constituintes de paisagens componentes da zona natural.Tal limite será obtido pelo mapeamento detalhado de áreas de paisagens naturais a serem escolhidas, situadas na faixa de transição entre a zona natural e a urbana. Através da identificação do atributo de determinada variável ambiental que melhor representa o delineamento de tal limite nas áreas mapeadas detalhadamente, o mesmo será extrapolado e delineado para uma escala de análise regional, ao se espacializar tal atributo para todo o entorno da região metropolitana e suas áreas limítrofes vizinhas (cartografia de cunho estruturalista).Na análise, através da tentativa de compreensão e entendimento do limite obtido, se proporá formas de intenção do uso da terra, de interpretação do meio e de intervenção nas paisagens do mesmo sob determinada teoria, que fundamentem ações de caráter geográfico sugeridas pelo estudo, cujo objetivo é articular o avanço do perímetro da zona urbana com a preservação da zona natural situada em seu entorno. Tais ações seriam orientadas por determinadas formas de intervenção na paisagem que busquem controlar a evolução de sua destruição, norteadas por princípios inerentes ao fato de que as paisagens naturais bem conservadas devem ser preservadas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BUENO, Eduardo Silva. A área urbana e as áreas naturais da Região Metropolitana de São Paulo: de compartimentos fisiográficos a categorias geográficas. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.