Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das bases moleculares e fisiológicas envolvidas na tolerância de frutos às injúrias de frio

Processo: 10/11817-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Lázaro Eustaquio Pereira Peres
Beneficiário:Ivan Sestari
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo   Etilenos   Mutantes   Hormônios vegetais

Resumo

Apesar de a refrigeração ser predominantemente empregada para a conservação de frutos, esta prática pode desencadear, em espécies sensíveis, uma série de distúrbios fisiológicos que depreciam a qualidade e comprometem a comercialização. Por esta razão, a restrição ao uso de temperaturas inferiores a 10°C representa o principal obstáculo ao prolongamento da vida pós-colheita de muitas espécies tropicais de grande importância econômica. Embora existam tratamentos capazes de reduzir os sintomas das injúrias, pouco tem se avançado na compreensão das bases fisiológicas e moleculares envolvidas na inicialização e desenvolvimento desta fisiopatia. Estudos recentes têm indicado que o etileno e o estresse oxidativo podem estar envolvidos no processo de indução das injúrias, contudo as evidências sobre tal relação têm sido contraditórias. Como a maioria dos frutos tropicais não constitui um modelo genético onde mutantes bem caracterizados e informação ampla envolvendo sequenciamento gênico estão disponíveis um estudo amplo utilizando essas importantes abordagens permanece em aberto. O presente projeto propõe a utilização de um modelo de estudo com base em mutantes hormonais, e outras mutações afetando o desenvolvimento reprodutivo, em tomateiro, uma planta cujos conhecimentos gerados podem se estender a uma grande variedade de frutos carnosos e climatéricos. Tais mutantes, combinado com uma série de análises envolvendo expressão gênica, atividade enzimática e parâmetros de pós-colheita, serão utilizados para se determinar o envolvimento do etileno no mecanismo de indução das injúrias de frio bem como o papel desempenhado pelo sistema antioxidante de defesa no processo de aquisição de tolerância dos frutos às baixas temperaturas. Tal proposta, além de ser relevante como pesquisa básica, poderá gerar informações de imediata aplicabilidade na pós-colheita de frutos, tema de grande importância econômica e estratégica para a agricultura.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.