Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de fonte energética da dieta sobre a produção de metano no líquido ruminal

Processo: 10/14452-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Beneficiário:Maurício Furlan Martins
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinos

Resumo

Problemática mundial levantada nas últimas duas décadas, a geração de gases de efeito estufa (GEE) tem como parcela contribuidora a emissão de metano por ruminantes. O metano, um potente GEE, é produto final do processo fermentativo de bovinos e, por constituir perda no potencial produtivo destes, tem sido objeto de estudo por nutricionistas do mundo todo. Na busca por estratégias para diminuirem-se as perdas por metano, diferentes dietas, aditivos e manejos nutricionais têm sido empregados. Fontes lipídicas vegetais, como o grão de soja e o caroço de algodão, contêm alta porcentagem de ácidos graxos insaturados e este tipo lipídio pode colaborar para a diminuição da metanogênese. Em contrapartida, a inclusão de uma fonte rica em pectina (polpa cítrica), pode contribuir para aumento da produção de metano. Assim, objetiva-se com o presente projeto quantificar-se a produção de metano em bovinos submetidos a diferentes tipos de dieta, que diferirão quanto à fonte energética utilizada. Para tal, uma nova técnica de quantificação de metano, a ser realizada diretamente no líquido ruminal, será utilizada. Serão utilizadas oito vacas fistuladas, distribuídas a quatro dietas, seguindo-se delineamento experimental de quadrado latino 4x4 replicado, (n= 32 unidades experimentais ): Controle (CON): Dieta de baixo extrato etéreo (3%) Soja (SO): Dieta de alto extrato etéreo (6%) e soja grão como fonte lipídica principal, Caroço (CR): Dieta de alto extrato etéreo (6%) e caroço de algodão como fonte lipídica principal e Polpa (POL): Dieta de baixo extrato etéreo (3%) e alta participação de pectina. Serão avaliados consumo e digestibilidade da matéria seca e frações e parâmetros da fermentação no líquido ruminal (pH, ácidos graxos de cadeia curta, nitrogênio amoniacal e produção de metano). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTINS, Maurício Furlan. Efeito de diferentes fontes energéticas da dieta sobre a produção de metano ruminal utilizando a técnica de fermentação ruminal ex situ (micro-rúmen) em bovinos. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Pirassununga.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.