Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre a avaliação funcional, atividade elétrica e volume muscular da musculatura do assoalho pélvico em mulheres jovens saudáveis

Processo: 10/15607-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Patricia Driusso
Beneficiário:Ana Letícia Sarkis Rossi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia   Avaliação física e funcional   Saúde da mulher   Ultrassonografia

Resumo

Os músculos do assoalho pélvico formam a base da pelve e da cavidade abdominal. Esses músculos são responsáveis pelo suporte dos órgãos pélvicos, pelo controle da pressão intra-abdominal e pela manutenção da continência urinária. As disfunções do assoalho pélvico tratam-se de uma condição clínica comum que acomete um número crescente de mulheres a cada ano, comprometendo a qualidade de vida de um terço das mulheres adultas em todas as idades. Estas disfunções têm como consequência a incontinência urinária e fecal, distopias genitais, anormalidades do trato urinário inferior, procidências retais, disfunções sexuais, dor pélvica crônica, problemas menstruais, dentre outras. Diante da importância da utilização das diferentes formas de avaliação dos músculos do assoalho pélvico para elaboração de tratamentos adequados e para a monitorização dos resultados clínicos alcançados por meio da reabilitação, é essencial investigar a existência de correlação entre a avaliação funcional dos músculos do assoalho pélvico obtida pela palpação digital, atividade elétrica registrada pela eletromiografia e do volume muscular obtido pela ultrasonografia em mulheres jovens saudáveis. Trata-se de um estudo transversal, no qual participarão 30 mulheres tendo como critérios de inclusão: idade entre 18 a 30 anos; vida sexual ativa; ativas e não-atletas e índice de massa corpórea normal. Como critérios de exclusão serão considerados: gestação atual ou prévia; presença de constipação; presença de dor pélvica; presença de dismenorréia; cirurgias prévias e amenorréia. As voluntárias serão inicialmente submetidas a uma anamnese padrão, sendo em seguida, submetidas a uma avaliação composta pela palpação digital dos músculos do assoalho pélvico, perineometria, eletromiografia e ultra-sonografia da mesma musculatura. Os dados coletados neste trabalho serão tabulados no programa Excel e analisados estatisticamente no programa Statistica. A normalidade dos dados será testada pelo teste Shapiro-wilk. Para verificar correlação entre as variáveis será aplicado o teste de correlação de Spearman. Será adotado um nível de significância de 5% (p £ 0,05).