Busca avançada
Ano de início
Entree

Inibição do vírus da hepatite C por meio do silenciamento simultâneo do genoma viral e do gene celular Hsp90 por RNAi.

Processo: 10/17827-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Paula Rahal
Beneficiário:Ana Cláudia Silva Braga
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hepatite C   Vírus da hepatite C   Proteínas de choque térmico HSP90   Interferência de RNA   Virologia

Resumo

A Hepatite C é a inflamação do fígado causada pela infecção pelo vírus da hepatite C (VHC) e dependendo da intensidade e tempo de duração da infecção pode levar a cirrose e câncer do fígado. A hepatite C é uma questão de saúde pública mundial e estima-se que aproximadamente 170 milhões de pessoas estejam cronicamente infectadas pelo vírus. Naturalmente o VHC não é capaz de se replicar in vitro, entretanto por meio da utilização de replicons genômicos específicos, contendo o genoma completo do VHC, é possível analisar a replicação do vírus da hepatite C em cultura de células linhagem celular contínua Huh7, proveniente de células de hepatoma humano. A Hsp90 é uma proteína celular pertencente á família das Hsps (heat shock proteins) e apresenta significante participação no processo de replicação do VHC e sua inibição tem se mostrado eficiente no combate ao vírus da hepatite C. O objetivo desse trabalho é desenvolver uma molécula de siRNA que silencie determinado gene viral e outra molécula que silencie a tradução da proteína celular Hsp90 e analisar a eficiência destas duas moléculas conjuntamente. As moléculas de siRNA serão transfectadas em células Huh-7 expressando o genoma completo do vírus VHC e avaliadas quanto a sua eficácia na inibição da replicação do vírus. A eficiência das moléculas de siRNAs será avaliada por meio da titulação viral e expressão protéica. Espera-se que esta abordagem seja capaz de inibir a replicação viral.