Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo de potência crítica aplicado a canoagem slalom: efeitos do treinamento e correlações com respostas fisiológicas em simulação de prova

Processo: 10/17134-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Fúlvia de Barros Manchado Gobatto
Beneficiário:Leonardo Henrique Dalcheco Messias
Instituição-sede: Faculdade de Ciências da Saúde. Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Instituto Educacional Piracicabano. Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Frequência cardíaca

Resumo

Esse projeto tem por objetivo aplicar o modelo de potência crítica à atletas de alto rendimento na canoagem slalom, estudando os efeitos do treinamento nos parâmetros aeróbio e anaeróbio sugeridos por esse modelo de avaliação, bem como suas relações com respostas fisiológicas observadas em simulação de prova para esta modalidade. Serão avaliados oito canoístas do gênero masculino, com idades entre 15 e 23 anos. Todos os atletas serão submetidos à remadas em intensidades máximas em lagoa, nas distâncias equivalentes à 100, 300, 400 e 600m, sendo efetuados os registros de tempo para cumprir cada distância. Os testes serão efetuados em dois dias, aleatoriamente, com intervalo mínimo de 1 hora entre cada execução. Para determinação dos parâmetros aeróbio (velocidade crítica - Vcrit) e anaeróbio (capacidade de trabalho anaeróbio - CTA) será utilizado o modelo matemático linear velocidade versus tempo, no qual Vcrit e CTA equivalem, respectivamente, ao coeficiente angular e linear da reta de regressão. Em semana posterior, será realizada uma simulação de prova no rio, local em que os atletas efetuam seus treinamentos e competições, na qual serão registrados os tempos de prova, a distância e trajetória realizada, a freqüência cárdica com intervalo R-R e extrações de sangue para determinação do lactato sanguíneo após a simulação. Todas as avaliações supradescritas serão realizadas antes e após 8 semanas de treinamento específico para a modalidade. Os parâmetros aeróbio e anaeróbio fornecidos pelo modelo de potência crítica, bem como as respostas fisiológicas em simulação de prova, antes e após o treinamento, serão comparados por Anova one-way, tendo como variável independente o momento das avaliações (pré e pós treinamento) e variáveis dependentes, a velocidade crítica, capacidade de trabalho anaeróbio, tempo de execução de prova em simulação, respostas da frequência cardíaca e concentração de lactato sanguíneo.O nível de significância será pré fixado em 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo premiado fornecerá base científica para prática da canoagem